sicnot

Perfil

Operação Lava Jato

Momentos de tensão no Senado brasileiro

Momentos de tensão no Senado brasileiro

A votação final que vai decidir o futuro da Presidente brasileira é esperada para esta quarta-feira de manhã. O processo de Dilma Rousseff chegou ao Senado depois de sessões plenárias - em que se houve uma constante - foi o debate aceso entre os apoiantes e os opositores da Presidente. Nesta etapa final não foi exceção e os senadores envolveram-se em momentos de alguma tensão.

  • Advogados de Dilma estão a preparar recurso para o Supremo Tribunal Federal
    2:18

    Operação Lava Jato

    A decisão do Senado brasileiro sobre o processo de destituição de Dilma Rousseff dficilmente será conhecida na próxima madrugada.Trata-se de um processo longo com dois terços dos senadores a quererem discursar. A noite e manhã foram marcadas por protestos populares contra o afastamento de Dilma Rousseff. Os advogados de defesa da presidente estão a preparar recurso para o Supremo Tribunal Federal

  • "Ficou claro que a decisão já está tomada"
    3:06

    Operação Lava Jato

    A correspondente da SIC no Brasil disse que a participação de Dilma Rousseff, na segunda-feira, não foi suficiente para impedir a "impugnação do seu mandato". Segundo Ivani Flora, os senadores brasileiros, que são juízes neste caso, questionaram Dilma como se fossem advogados de defesa e acusação e que deram a entender que ainda não chegaram a um consenso: se Dilma cometeu o crime de responsabilidade fiscal ou não. A correspondente disse ainda que durante o dia de ontem "ficou claro que a decisão já está tomada".

  • Com a destituição à porta milhares saem à rua para apoiar Dilma
    2:35

    Operação Lava Jato

    O processo de destituição de Dilma Rousseff vai continuar durante esta terça-feira no Senado brasileiro. Os trabalhos deverão prolongar-se pela noite dentro, com os discursos de defesa e acusação. Na segunda-feira, Dilma defendeu-se, num discurso em que considerou que está em curso um atentado à democracia. Pelo Brasil sucedem-se várias manifestações a favor de Dilma.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.