sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

PR da Bolívia ameaça retirar embaixador no Brasil se destituição de Dilma for aprovada

© Handout . / Reuters

O Presidente da Bolívia, Evo Morales, disse que vai retirar o embaixador do seu país do Brasil se o processo de destituição da Presidente com mandato suspenso Dilma Rousseff for aprovado hoje pelo Senado (câmara alta parlamentar).

"Se o golpe parlamentar contra o governo democrático de Dilma Rousseff prosperar, a Bolívia vai convocar seu embaixador. Defendemos a democracia e a paz", escreveu Morales na sua conta na rede social Twitter.

Na mesma rede social, Evo Morales frisou que "o único juiz que pode punir a conduta política de Dilma Rousseff é o seu povo", frisando, ainda, que a luta da líder brasileira seria "a mesma luta travada por nossos povos da América Latina e do mundo contra o poder económico".

O Presidente boliviano classificou o processo de impeachment (destituição) como "injusto" e alegou que o processo foi um plano destinado a conter a rebelião do povo em favor dos pobres, negros e das mulheres no poder.

Evo Morales é Presidente da Bolívia desde 2006 e desde que ascendeu ao cargo tem-se mostrado um aliado de Dilma Rousseff e do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A última sessão do julgamento de Dilma Rousseff já está a decorrer em Brasília, mas a votação que definirá o resultado do processo de impeachment ainda não se realizou.

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.