sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Lula tenta organizar bloco para reunir partidos de esquerda

O ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva está a tentar organizar a formação de um bloco de resistência ao Governo de Michel Temer com partidos de esquerda, informou a Folha de S.Paulo.

O jornal diário brasileiro destaca que na quarta-feira, enquanto Dilma Rousseff estava a ser julgada no Senado (câmara alta parlamentar), Lula da Silva teria sugerido a Carlos Lupi, presidente nacional do Partido Democrático Trabalhista (PDT), a composição de um bloco de oposição no Congresso.

A ideia seria criar uma organização inspirada no modelo do Uruguai que também atuaria nas eleições presidenciais de 2018.

Na prática este bloco de esquerda funcionaria como uma grande coligação com partidos, sindicatos, associações, movimentos de esquerda, intelectuais e artistas em torno de um programa.

Carlos Lupi disse à Folha que Lula a Silva não descarta o lançamento de um candidato fora da sua formação, o Partido dos Trabalhadores (PT), nas presidenciais de 2018.

O ex-Presidente brasileiro teria conversado até com altos membros do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) em defesa da proposta e sugerido aos aliados uma reunião em setembro.

O PT, de Lula da Silva, sofreu a sua maior derrota com a deposição de Dilma Rousseff, mas também tem perdido espaço graças ao envolvimento de dirigentes seus em escândalos de corrupção, principalmente nos esquemas criminosos articulados dentro da Petrobras.

O próprio ex-Presidente já responde a um inquérito da operação Lava Jato, que investiga os crimes na petrolífera estatal Petrobras e pode não estar habilitado para voltar a concorrer em 2018.

O jornal brasileiro concluiu frisando que a discussão para a formação deste boco não está concluída, mas movimentos de esquerda pretendem fazer oposição cerrada a Michel Temer, empossado Presidente da República no lugar de Dilma Rousseff na quarta-feira.

Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.