sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Partido dos Trabalhadores quer eleições antecipadas

O Partido dos Trabalhadores (PT), da ex-Presidente Dilma Rousseff, alvo de um polémico processo de destituição, anunciou esta sexta-feira que defende a realização de eleições diretas antecipadas para a Presidência.

A decisão foi comunicada após uma reunião do partido, em São Paulo, que contou com o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Numa "resolução política sobre o golpe e a oposição ao governo usurpador", lê-se que exige-se "uma ação conjunta e iniciativas práticas com partidos e entidades populares" com vista à "normalização democrática, como a Diretas Já".

A "Diretas Já" foi um movimento lançado em 1983, durante o regime militar, para reivindicar eleições presidenciais diretas no Brasil.

"Quando houver eleições para restabelecer a democracia" o ex-presidente Lula da Silva seria apresentado como candidato do partido, disse aos jornalistas o Presidente do partido, Rui Falcão, citado pelo portal G1.

Dilma Rousseff, antes de perder o mandato na quarta-feira numa decisão polémica do Senado, tinha proposto convocar um referendo para eleições presidenciais antecipadas se os senadores optassem por mantê-la no cargo, mas nessa altura a proposta não foi unânime no partido.

Na resolução, lê-se que a decisão do Senado "violou a Constituição e provocou a ruptura do regime democrático", sendo, por isso, um "golpe de Estado" considerado através da "conspiração parlamentar".

No longo texto, o partido denunciou que a decisão teve o apoio de "setores hegemónicos do capitalismo" para "reverter o processo de mudanças iniciado em 2003", com os governos de Lula da Silva e Dilma Rousseff, que lançaram vários programas sociais.

"O governo usurpador também se associa, como sócio menor, à reorganização da hegemonia norte-americana na América Latina", lê-se no documento, onde se alerta, por exemplo, para "a entrega do pré-sal às petroleiras do exterior".

O partido falou ainda numa "escalada repressiva contra os partidos de esquerda, os movimentos populares e as manifestações de protesto".

"A violência do Estado igualmente inclui a sistemática perseguição do PT e de suas principais lideranças, especialmente o ex-presidente Lula, por setores do aparato judiciário e policial", denunciou o partido.

Com o afastamento de Dilma Rousseff da Presidência por irregularidades orçamentais, o seu ex-vice-Presidente, Michel Temer, chegou ao mais alto cargo no país.

O Brasil terá eleições presidenciais em 2018.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47