sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Brasil perde 1,51 milhões de empregos em 2015

O Brasil perdeu 1,51 milhões de empregos formais no ano passado, segundo dados divulgados esta sexta-feira pelo Ministério do Trabalho, que dão este como o pior resultado desde 1985, quando a estatística teve início.

Os dados, da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), hoje divulgados, mostram que esta foi também a primeira vez em 23 anos que o país tem um corte de vagas de emprego formais, sendo que em 1992 foram encerrados 738 mil postos de trabalho.

"O nível de emprego formal no país apresentou uma queda de 3,05% em relação à quantidade de trabalhadores formais de 2014. Com isso, o número de trabalhadores, que era de 49,6 milhões, recuou para 48,1 milhões de postos no ano", segundo um comunicado da tutela.

Em 2014, o país terminou o ano com a criação de 623 mil empregos formais.

Os dados demonstram que "os rendimentos médios reais dos trabalhadores no mês de dezembro de 2015 sofreram um recuo de 2,56% em relação a dezembro de 2014".

"Em termos absolutos, a remuneração média dos trabalhadores passou de 2.725,28 reais [747,7 euros] em 2014 para 2.655,6 reais [728,6 euros] em 2015", segundo o comunicado.

A agricultura foi o único setor que teve um aumento no número de trabalhadores formais no ano passado, sendo os setores de indústria de transformação, construção civil e comércio os mais afectados.

Apenas os estados de Piauí, Acre e Roraima registaram um aumento no número de empregos formais, de acordo com os dados, que mostram ainda que a região mais afectada com queda de vagas foi o sudeste do país.

"Por faixa etária, os dados mostraram que a tendência de queda foi bem mais acentuada para os mais jovens, especialmente para os que possuíam entre 18 e 24 anos", de acordo com a nota do Ministério do Trabalho.

Lusa

  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser "derrotada como todos os outros"

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • António Guterres, "o governante mais amado desde sempre em democracia"
    2:27

    País

    António Guterres foi distinguido com o grau de honoris causa pela Universidade de Lisboa. A cerimónia decorreu esta manhã e contou com a presença do Presidente da República e do primeiro-ministro. Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que Guterres foi o governante mais amado da democracia portuguesa.