sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Número de funcionários expulsos do Governo brasileiro aumenta

O número de funcionários do Governo Federal do Brasil expulsos por atividades ilícitas tem vindo a aumentar desde 2003, somando 6.042 afastamentos em perto de 14 anos, a maioria por atos de corrupção.

Números do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) mostram que "de 2003 a setembro de 2016, já foram aplicadas 5.043 demissões, 467 cassações de aposentadorias [reforma], e 532 destituições de ocupantes de cargos em comissão [direção, chefia e assessoria, de livre nomeação e exoneração]".

Os dados também revelam um aumento ao longo dos anos: enquanto em 2003 foram expulsos 268 funcionários governamentais, em 2015 esse número subiu para 541.

De janeiro a setembro deste ano, contam-se 383 expulsões, sendo que o mês de setembro registou o maior número de punições, tanto em comparação com o mesmo período dos últimos cinco anos, como com outros meses de 2016.

Os valores não incluem funcionários públicos estaduais ou municipais, nem empregados de empresas estatais, como a petrolífera Petrobras ou os Correios.

Segundo uma nota da tutela, "o principal fundamento das expulsões foi a comprovação da prática de atos relacionados à corrupção, com 4.013 das penalidades aplicadas ou 65,4% do total".

"O abandono de cargo, a inassiduidade ou a acumulação ilícita de cargos são motivos que vêm em seguida, com 1.395 dos casos. Também figuram entre as razões que mais afastaram servidores proceder de forma desidiosa [preguiçosa] e participação em gerência ou administração de sociedade privada", lê-se no comunicado.

Os locais onde se registaram mais afastamentos por atividades contrárias à lei foram o Rio de Janeiro (1.052), o Distrito Federal, onde fica a capital do país, Brasília, (746) e São Paulo (640).

"Já as pastas com maior quantidade de servidores expulsos foram o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, o Ministério da Justiça e Cidadania e o Ministério da Educação", de acordo com a tutela.

A corrupção - que é encarada pelos brasileiros como o maior problema do país - tem estado na mira das autoridades, sobretudo no âmbito da Operação Lava Jato, que investiga o maior esquema de corrupção da história do Brasil, envolvendo dezenas de políticos e várias empresas, entre elas a Petrobras.

De acordo com dados oficiais da Lava Jato, até ao momento, houve 106 condenações, contabilizando 1148 anos, 11 meses e 11 dias de pena.

Uma sondagem da consultora Ipsos divulgada em junho mostrou que o número de brasileiros entrevistados que declarou ter "dado um jeitinho" para obter tratamento preferencial também aumentou, passando de 49% para 62% entre outubro de 2014 e maio deste ano.

Lusa

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.