sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Mais de metade dos brasileiros desaprovam Governo de Temer

© Nacho Doce / Reuters

Mais de 51% dos brasileiros desaprovam o desempenho pessoal do Presidente brasileiro, Michel Temer, cujo Governo apenas conta com a aprovação de 14,6% dos entrevistados, de acordo com uma sondagem divulgada esta quarta-feira.

Segundo uma nota da Confederação Nacional do Transporte (CNT), que encomendou o estudo ao Instituto MDA, 36,7% dos entrevistados avaliaram negativamente o executivo, 36,1% consideram que a avaliação é regular e 12,6% não souberam opinar.

Os resultados "mostram manutenção da avaliação positiva e aumento da avaliação negativa do governo Michel Temer", lê-se no comunicado.

Já a aprovação do desempenho pessoal do Presidente atingiu os 31,7%, além de 16,9% dos inquiridos que não souberam dar opinião.

O levantamento mostrou também que o número de pessoas que consideram que o atual Governo é melhor do que o liderado por Dilma Rousseff, afastada definitivamente do cargo a 31 de agosto, aumentou de 20,1% para 26% entre junho e outubro.

Para 40,5% dos entrevistados, não se veem mudanças no país, enquanto 28,1% entendem que a situação piorou (em junho eram 14,9%).

"Sobre a corrupção, 40,8% consideram que será igual nos governos Temer e Dilma. 31,9% acreditam que será menor no governo Temer e 22,7% consideram que será maior", informou a CNT.

Relativamente às eleições presidenciais de 2018, a pesquisa mostrou que o ex-Presidente Lula da Silva, arguido na Operação Lava Jato, que investiga o maior esquema de corrupção da história brasileira, aparece como líder nas intenções de voto para a primeira volta.

Contudo, nos cenários apresentados para a segunda volta, o ex-Presidente aparece em desvantagem relativamente a Aécio Neves - do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e grande derrotado nas presidenciais de 2014 - e Marina Silva (Rede).

Quanto à Lava Jato, dos entrevistados que acompanham o assunto, "63,3% consideram que a ex-Presidente Dilma Rousseff é culpada pela corrupção que está a ser investigada e 72,7% acham que o ex-Presidente Lula é culpado", lê-se na nota.

O estudo mostrou também que "para 39,6%, a Lava Jato está a contribuir para combater a corrupção no Brasil, trazendo benefícios, mas tem sido conduzida de forma parcial", enquanto 31,6% entendem que está a ser liderada de forma adequada.

Mais de 19% dos entrevistados disse acreditar que a Lava Jato "não está contribuindo para combater a corrupção no Brasil e é uma operação ruim para o país".

A análise permitiu observar também o "desânimo dos entrevistados em relação à ausência de boas lideranças políticas", informou a CNT.

"As expectativas para os próximos seis meses apresentam aumento no otimismo, em especial para o emprego e rendimento mensal, refletindo um início de retomada de confiança da população e dos empresários com o futuro da economia. Há, contudo, pessimismo ainda predominante para saúde, educação e segurança", lê-se ainda na nota da confederação.

A pesquisa de opinião foi efetuada de 13 a 16 de outubro, ouvindo 2.002 pessoas de 137 municípios das cinco regiões, e apresenta uma margem de erro de 2,2 pontos percentuais.

Lusa

  • Centenas nas ruas do Rio de Janeiro contra a austeridade

    Operação Lava Jato

    No Rio de Janeiro, centenas de manifestantes saíram esta segunda feira à rua para protestar contra as medidas de austeridade do Governo de Michel Temer. Em causa, está o congelamento dos gastos com serviços sociais, como a educação e a saúde, previsto num pacote legislativo que visa limitar as despesas públicas. A medida está agora na Câmara dos Deputados para ser sujeita a votação numa altura em que a economia brasileira enfrenta a maior recessão de sempre.

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.