sicnot

Perfil

Crise no Brasil

Crise no Brasil

Operação Lava Jato

Advogados da JBS dizem que prisão de Wesley Batista foi "injusta e absurda"

Stringer .

Os advogados do presidente da gigante brasileira exportadora de carnes JBS, Wesley Batista, classificaram esta quarta-feira a prisão de seu cliente como "injusta, absurda e lamentável", num comunicado.

Wesley Batista foi preso esta quarta-feira, acusado de usar informações privilegiadas para conseguir vantagens no mercado financeiro antes do envolvimento da sua empresa num escândalo de corrupção que abalou o Governo do Brasil.

O presidente da JBS é suspeito de se ter enganado ilegalmente vendendo ações da JBS e comprando dólares americanos entre 24 de abril e 17 de maio, dia da divulgação explosiva que comprometeu o chefe de Estado brasileiro, Michel Temer, após um acordo de colaboração com as autoridades policiais.

O depoimento do irmão do Presidente da JBS, Joesley Batista, desencadeou uma crise política sem precedentes porque gravou e enviou às autoridades policiais do Brasil uma conversa secreta que teve com o Presidente Temer na qual confessa ter praticado diversos crimes sem ser repreendido.

Em maio deste ano, os irmãos Batista assinaram um acordo com o Ministério Público brasileiro comprometendo-se a confessar os crimes que cometeram em troca de imunidade.

Os empresários prestaram diversos depoimentos e explicaram aos investigadores da Operação Lava Jato como funcionava uma vasta rede de corrupção que envolveu a JBS e políticos importantes do Brasil.

No entanto, os benefícios do acordo foram suspensos depois que a acusação ter acesso a uma gravação de uma conversa entre Joesley Batista e um executivo da JBS, na qual afirmam que omitiram informações durante as declarações às autoridades.

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.

  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.