sicnot

Perfil

Novo Governo

APRE promove campanha contra abstenção nas eleições legislativas

APRE promove campanha contra abstenção nas eleições legislativas

A associação de Aposentados, Pensionistas e Reformados volta a promover uma campanha contra a abstenção nas próximas eleições legislativas, depois das últimas Europeias terem registado a maior abstenção de sempre. Para a presidente da associação, Maria do Rosário Gama, é preciso explicar aos portugueses que, quando não se vota, permite-se que sejam os outros a escolher.

  • Eleições legislativas a 4 de outubro

    Novo Governo

    As próximas eleições legislativas realizam-se a 4 de outubro, anunciou esta quarta-feira o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, no Palácio de Belém, um dia depois de ter ouvido os partidos com assento parlamentar.

  • Cavaco apela a uma maioria nas legislativas de 4 de outubro
    2:31

    Novo Governo

    O Presidente da República considerou quarta-feira "desejável" que o próximo Governo disponha de apoio "maioritário e consistente" na Assembleia da República e seja "sólido, estável e douradouro" para prosseguir uma política que traga mais riqueza e mais justiça social. "É da maior importância que Portugal disponha de condições de estabilidade política e de governabilidade na próxima legislatura. Sem elas será muito difícil alcançar a melhoria do bem-estar a que os nossos cidadãos justamente aspiram", afirmou o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, numa comunicação ao país a propósito das próximas eleições legislativas, que marcou hoje para 04 de outubro.

  • Governo apela a maioria absoluta nas eleições
    0:48

    Novo Governo

    Tal como o Presidente da República, também o Governo apela a uma maioria absoluta nas próximas legislativas. O ministro da Presidência diz que só foi possível Portugal cumprir o resgate externo por causa da determinação e estabilidade do governo. Luís Marques Guedes sublinha que é essencial que essa estabilidade se mantenha no futuro.

  • Presidente da IPSS "O Sonho" garante que vai demitir-se
    0:57

    País

    A PJ de Setúbal fez esta sexta-feira buscas em três instituições de solidariedade social e em casas particulares ligadas à IPSS "O Sonho", por suspeitas de peculato de uso, fraude na obtenção de subsídios e falsificação de documentos. O presidente da associação nega as suspeitas e diz que está de "consciência tranquila". Florival Cardoso, que é o principal visado na investigação, fala sobre uma "caça às bruxas" e garante que vai demitir-se, porque considera que está a ser cometida uma "enorme injustiça".

  • "Situação humanitária dos civis em Ghouta é aterradora"
    0:49

    Mundo

    O enviado especial da ONU para a Síria lançou esta sexta-feira um novo apelo a um cessar-fogo. O responsável está particularmente preocupado com a situação da população civil e diz que é preciso evitar que se repita em Ghouta o que se passou em Alepo.

  • Instantes de uma noite de futebol europeu
    0:41
  • Não dá mais, Brasil!
    18:00