sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Maria Luís Albuquerque orgulhosa por encabeçar lista PSD/CDS em Setúbal

A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, é a cabeça-de-lista da coligação PSD/CDS-PP "Portugal à Frente" para o distrito de Setúbal, referindo que está orgulhosa por encabeçar a lista da coligação.

Lusa

"Apesar da grave crise que afetou Portugal e os portugueses, os residentes no distrito de Setúbal souberam ser resilientes e ultrapassar os desafios que se colocaram através do empreendedorismo e da capacidade das suas gentes. Esse esforço foi, sem dúvida, um exemplo para outras regiões do país", refere Maria Luís Albuquerque, segundo comunicado da coligação enviado à Lusa.

Maria Luís Albuquerque sublinha que se sente orgulhosa com o convite para encabeçar a lista da coligação, garantido que a sua ligação ao distrito "mantém-se tão forte como antes".

"Vou continuar a dar o meu melhor por um distrito mais forte, mais competitivo e mais desenvolvido, que possa proporcionar uma maior qualidade de vida aos seus habitantes", acrescenta o documento.

A cabeça-de-lista refere que "tem estado sempre muito atenta ao que se passa na região", tentando também resolver os problemas mais prementes do distrito.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.