sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Junta de Arroios responsabiliza PS por uso indevido de fotografias em cartazes

A presidente da Junta de Freguesia de Arroios disse este sábado que a responsabilidade da utilização das fotografias dos colaboradores da junta na campanha socialista é da organização do partido, assegurando que apenas fez a ligação entre as duas partes.

Vários cartazes do PS para ilustrar que o desemprego tem uma face foram contestados pelas pessoas que aparecem nos 'outdoors', que afirmam não terem dado autorização para a sua cara ser usada naquela campanha. (Arquivo)

Vários cartazes do PS para ilustrar que o desemprego tem uma face foram contestados pelas pessoas que aparecem nos 'outdoors', que afirmam não terem dado autorização para a sua cara ser usada naquela campanha. (Arquivo)

SIC

Vários cartazes do PS para ilustrar que o desemprego tem uma face foram contestados pelas pessoas que aparecem nos 'outdoors', que afirmam não terem dado autorização para a sua cara ser usada naquela campanha. Três dessas pessoas são, de acordo com o jornal on-line, colaboradores da Junta de Freguesia de Arroios, em Lisboa.

Numa nota enviada hoje à comunicação social, a presidente da Junta de Freguesia de Arroios, Margarida Martins, afirma que a sua intervenção apenas se centrou no contacto entre os colaboradores da junta e a organização do PS e que "a responsabilidade do que se passou, posteriormente, é da organização de campanha do partido".

A autarca, que foi eleita pelo PS, confirma que foi contactada pela organização da campanha socialista "no sentido de identificar possíveis figurantes para integrarem uma campanha de 'outdoors' que iria sair brevemente".

Nesse contexto, explica Margarida Martins, falou "com alguns colaboradores da Junta de Freguesia no sentido de saber se queriam ou não integrar a campanha" e que "alguns colaboradores aceitaram, de forma voluntária, a participar enquanto figurantes".

Nesse sentido, Margarida Martins (ex-presidente da associação Abraço) diz ter "partilhado os respetivos contactos dos colaboradores com a organização da campanha do Partido Socialista", mas que a sua intervenção no processo "terminou nesse preciso momento".

Numa nota enviada na sexta-feira à noite, o PS pediu desculpas públicas às pessoas envolvidas nos cartazes do partido e "solicitou esclarecimentos pormenorizados aos fornecedores e prestadores de serviços, bem como todas as informações necessárias a que se possa avaliar o procedimento seguido".

Está agendada para segunda-feira uma conferência de imprensa de Ascenso Simões, diretor de campanha de António Costa, para apresentar o jornal de campanha de praia, abertura redes sociais e novos cartazes.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.