sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Duarte Cordeiro novo diretor da campanha do PS após demissão de Ascenso Simões

António Costa nomeou o vice-presidente da Câmara de Lisboa, Duarte Cordeiro, como novo diretor da campanha socialista às legislativas de outubro após a demissão de Ascenso Simões.

Arquivo SIC

O socialista Ascenso Simões decidiu cessar as funções de diretor de campanha do PS, anunciou o próprio numa mensagem pública na sua conta do Facebook.

"Acabei de informar o secretário-geral do Partido Socialista da minha decisão de cessar as funções de diretor de campanha. Quem é responsável por uma máquina deve assumir todas as falhas que ela demonstra, deve tirar ilações de tudo o que, publicamente, se reconhece como erro", escreveu Ascenso Simões.

Nos últimos dias têm-se sucedido polémicas com os cartazes de campanha do PS.

Num dos casos, vários cartazes do PS para ilustrar o lado pessoal do desemprego foram contestados pelas pessoas que aparecem nos 'outdoors' e que afirmam não terem dado autorização para a sua cara ser usada naquela campanha, acrescentando que as histórias a que são associados não correspondem à verdade, segundo noticiou o Observador.

"Tenho um passado que não quero manchar, tenho pelo meu partido de mais de 35 anos um dever de lealdade. E tenho pelo meu país o respeito de sempre ter feito política assumindo todas as responsabilidades de a fazer com elevação e com decência", afirmou Ascenso Simões.

"Fico agora mais livre para ser um simples militante que tudo vai fazer para que o PS se consagre como uma verdadeira força de progresso e de modernização da economia portuguesa", acrescentou o dirigente, que será o cabeça de lista do PS, nas próximas eleições legislativas, pelo distrito de Vila Real.

Com Lusa

  • Genro de Donald Trump depõe hoje no Senado

    Mundo

    Jared Kushner, genro do Presidente dos EUA Donald Trump, vai hoje depor à porta fechada perante o comité dos serviços de inteligência do Senado, a câmara alta do Congresso norte-americano.

  • " A melhoria das contas públicas não foi feita à custa dos portugueses"
    1:30

    País

    Numa espécie de balaço deste ano e meio de governação, o primeiro-ministro voltou a assinalar voltou a assinalar a redução do défice e as melhorias nas contas públicas. Num jantar com militantes em Coimbra, António Costa garantiu ainda que a "verdadeira reforça do Estado avança até ao final desta legislatura, que é a Descentralização.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15