sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Jerónimo de Sousa afirma que maioria absoluta seria um "cheque em branco"

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, afirmou hoje que "uns e outros" pedem uma maioria absoluta, resultado esse que significaria um "cheque em branco" para aqueles que nunca cumpriram.

"O Governo foi uma autêntica fábrica de pobres em Portugal, ouvi-lo falar só significa que os dramas são apenas danos colaterais de uma política", criticou Jerónimo de Sousa, lamentando o "discurso do apagão da realidade social" tido pelo executivo de maioria PSD/CDS-PP.

"O Governo foi uma autêntica fábrica de pobres em Portugal, ouvi-lo falar só significa que os dramas são apenas danos colaterais de uma política", criticou Jerónimo de Sousa, lamentando o "discurso do apagão da realidade social" tido pelo executivo de maioria PSD/CDS-PP.

TIAGO PETINGA / Lusa

"Maioria absoluta que significaria um cheque em branco para aqueles que nunca cumpriram, quando no governo, o que prometeram, antes executaram a política que serve os grandes interesses e contra os trabalhadores e o povo", disse Jerónimo de Sousa durante um comício em Guimarães.

Lusa

  • "É muito importante que haja um cabal esclarecimento"
    0:37
  • Como se sobrevive à dor em Nodeirinho e Pobrais
    2:43
  • Madeireiros sem emprego após incêndios
    2:57
  • Chamas no concelho de Torre de Moncorvo ameaçaram aldeia
    1:30

    País

    Dois incêndios no concelho de Torre de Moncorvo deram luta aos bombeiros na tarde de ontem e também durante toda a noite. As chamas estiveram muito próximas da aldeia de Cabanas de Cima, mas os bombeiros conseguiram desviar o fogo.