sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Jerónimo de Sousa afirma que maioria absoluta seria um "cheque em branco"

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, afirmou hoje que "uns e outros" pedem uma maioria absoluta, resultado esse que significaria um "cheque em branco" para aqueles que nunca cumpriram.

"O Governo foi uma autêntica fábrica de pobres em Portugal, ouvi-lo falar só significa que os dramas são apenas danos colaterais de uma política", criticou Jerónimo de Sousa, lamentando o "discurso do apagão da realidade social" tido pelo executivo de maioria PSD/CDS-PP.

"O Governo foi uma autêntica fábrica de pobres em Portugal, ouvi-lo falar só significa que os dramas são apenas danos colaterais de uma política", criticou Jerónimo de Sousa, lamentando o "discurso do apagão da realidade social" tido pelo executivo de maioria PSD/CDS-PP.

TIAGO PETINGA / Lusa

"Maioria absoluta que significaria um cheque em branco para aqueles que nunca cumpriram, quando no governo, o que prometeram, antes executaram a política que serve os grandes interesses e contra os trabalhadores e o povo", disse Jerónimo de Sousa durante um comício em Guimarães.

Lusa

  • "Miúdos de 5 e 6 anos a perguntar: a minha casa ardeu, o meu pai está queimado?"
    4:55
  • Presidente visita zonas afetadas pelos fogos
    2:00

    País

    Numa visita inesperada, o Presidente da República esteve esta manhã em Vouzela, um dos concelhos mais atingidos pelos incêndios. Marcelo Rebelo de Sousa vai estar nos próximos dias no distrito de Viseu.

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.