sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Ana Avoila quer que dia de eleições seja um dia de luta

A coordenadora da Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, Ana Avoila, apelou hoje aos trabalhadores do setor para que transformem o dia das eleições legislativas, 04 de outubro, num dia de luta contra os partidos que os têm prejudicado.

"Os trabalhadores devem fazer do dia 04 de outubro um dia nacional de luta dos trabalhadores. O voto é uma forma de luta contra quem nos tem feito mal e contra quem nos quer fazer mal", disse a sindicalista à agência Lusa.

Ana Avoila lembrou que os trabalhadores da função pública e as suas familias totalizam quase dois milhões de eleitores, que podem contestar, através do voto, as políticas que têm sido aplicadas na administração pública.

"Não podemos aceitar que continuem a tratar-nos mal", disse, acrescentando que os programas eleitorais dos partidos do Governo e do PS "pouco têm relativamente à situação dos trabalhadores da Administração pública".

A coordenadora da Frente Comum apresentou hoje um documento com as "linhas gerais para a construção da proposta reivindicativa comum para 2016", que deverá ser aprovada em cimeira de sindicatos a 21 de outubro e posteriormente apresentada ao futuro Governo.

A Frente Comum reivindica a reposição imediata dos salários e pensões, com cortes desde 2011, e um aumento salarial de 4% para 2016, que garanta pelo menos um acréscimo de 50 euros a todos os trabalhadores.

A Frente Comum reivindica ainda o aumento do subsídio de refeição dos atuais 4,27 euros para os 6,50 euros e a atualização das restantes matérias pecuniárias em 4%.

A reposição do pagamento do trabalho extraordinário nos anteriores valores e do horário semanal de trabalho nas 35 horas são outras das exigências da estrutura sindical da CGTP.

Ana Avoila defendeu ainda a necessidade de revogação da legislação que tem agravado a situação dos funcionários públicos, nomeadamente a que instituiu o regime de requalificação.

O fim da precariedade na administração pública, a reposição da aposentação com 36 anos de serviço e 60 de idade sem penalizações e a revogação da sobretaxa são também reivindicadas pela Frente Comum.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.