sicnot

Perfil

Novo Governo

Disponibilidade para Consenso

Disponibilidade para Consenso

Com vista as eleições do dia 4 de outubro, importa saber qual é a disponibilidade para consenso que têm quer Pedro Passos Coelho, quer António Costa. O líder da coligação "Portugal à Frente" diz que espera "que seja possível um entendimento sobre a Segurança Social depois das eleições" e o Secretário-Geral do PS afirma que "a Segurança Social precisa de medidas para assegurar a sustentabilidade".

  • Política e Confiança
    13:08

    Novo Governo

    O debate entre Pedro Passos Coelho e António Costa com vista as eleições de 4 de outubro começou sob o tema "Política e Confiança". Para o líder da coligação "Portugal à Frente", "se não formos capazes de ter estabilidade e confiança, a esperança não aparecerá", enquanto que o Secretário-Geral do PS ataca dizendo que "o Doutor Passos Coelho não cumpriu no Governo aquilo a que se comprometeu na campanha".

  • A sustentabilidade da Segurança Social
    4:37

    Novo Governo

    Pedro Passos Coelho e António Costa são os protagonistas de um debate que, com eleições "à porta", interessa a todos os portugueses. Assim como um dos temas discutidos: a sustentabilidade da Segurança Social. Para Passos "um cidadão tem de ter a garantia que o Estado vai fazer a reforma que lhe garanta a pensão". Já Costa ataca o líder da coligação "Portugal à Frente" dizendo que "quem o ouve dizer que não vai cortar pensões, recorda-se de si há quatro anos".

  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    País

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.