sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Freitas do Amaral apoia PS e António Costa

Diogo Freitas do Amaral defende o voto no PS nas próximas legislativas. Num artigo para a revista Visão, o histórico democrata-cristão escreve que "justiça social em democracia e na Europa, hoje, só com o PS".

"Morreu o 'Patriarca da Democracia'. Ninguém a encarnou melhor do que ele, antes e depois de 1974." Diogo Freitas do Amaral, fundador do CDS, sobre a morte de Mário Soares, 07-01-2017

"Morreu o 'Patriarca da Democracia'. Ninguém a encarnou melhor do que ele, antes e depois de 1974." Diogo Freitas do Amaral, fundador do CDS, sobre a morte de Mário Soares, 07-01-2017

LUSA

O artigo é publicado na edição que vai amanhã para as bancas, mas foi já antecipado no site da Visão.

Freitas do Amaral critica a governação do PSD e CDS-PP e aponta como "principal defeito do atual primeiro-ministro: manipular os números, para poder fugir à verdade plena, sobretudo através de omissões e meias verdades".

O democrata-cristão, que já foi ministro dos Negócios Estrangeiros no primeiro Executivo de José Sócrates, garante que não tenciona pertencer ao PS, mas nutre mais "simpatia" por este partido "do que o atual PSD porque pretende caminhar no sentido de uma maior justiça social, sem quebra dos compromissos europeus assumidos por Portugal".

"Se o PSD foi, e é, o partido da austeridade acima de tudo, o PS apresenta-se (e bem) como o partido do crescimento económico e da criação de emprego, dentro dos necessários equilíbrios financeiros", escreveu Freitas do Amaral.

E conclui que "justiça social em democracia e na Europa, hoje, só com o PS" e uma citação de Churchill: "às vezes é necessário mudar de voto ou de partido, para não ter de mudar de princípios".

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espirito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espirito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Mais de 60% dos jovens não usam preservativo e 1/4 acredita que SIDA transmite-se pelos talheres
    1:42
  • Dissonâncias entre EUA e Europa "podem ser ultrapassadas"
    1:04

    Mundo

    O ministro dos Negócios Estrangeiros reconhece que há sinais manifestos de dissonância na política externa da Europa e dos Estados Unidos da América. No dia em que Donald Trump completa um ano na Casa Branca, Augusto Santos Silva diz que acredita, no entanto, que essas divergências podem ser ultrapassadas.

  • Há mais um suspeito do massacre de Las Vegas 
    0:27

    Mundo

    Em outubro passado, Stephen Paddock abriu fogo sobre os espetadores de um concerto de música country, em Las Vegas, matando 58 pessoas e ferindo quase 500, no mais sangrento tiroteio da história norte-americana recente. A novidade é que a polícia federal dos EUA abriu uma investigação sobre um segundo suspeito no tiroteio. A Polícia Metropolitana disse que não há ainda um motivo para o tiroteio mas aponta como uma das possíveis razões o facto de Stephen Paddock ter perdido uma grande quantia de dinheiro. Os investigadores descobriram ainda que o atirador possuía pornografia infantil no seu computador.