sicnot

Perfil

Novo Governo

Herança do Governo socialista debatida por Passos Coelho e António Costa

Herança do Governo socialista debatida por Passos Coelho e António Costa

Um dos grandes temas do debate entre Passos Coelho e António Costa foi a herança do Governo socialista de José Sócrates. O líder da coligação PSD/CDS diz que o PS tem de assumir as responsabilidades por ter trazido a troika para Portugal. António Costa garante que a anterior governação socialista já foi julgada nas últimas eleições e chegou mesmo a dizer que Passos Coelho tem saudades de debater com o antigo primeiro-ministro.

  • Disponibilidade para Consenso
    8:22

    Novo Governo

    Com vista as eleições do dia 4 de outubro, importa saber qual é a disponibilidade para consenso que têm quer Pedro Passos Coelho, quer António Costa. O líder da coligação "Portugal à Frente" diz que espera "que seja possível um entendimento sobre a Segurança Social depois das eleições" e o Secretário-Geral do PS afirma que "a Segurança Social precisa de medidas para assegurar a sustentabilidade".

  • Combate ao Desemprego
    15:32

    Novo Governo

    Combate ao desemprego foi outra das temáticas debatidas entre Pedro Passos Coelho e António Costa, hoje, nos três canais generalistas. Neste tópico, Costa afirma que "temos de criar emprego digno, com qualidade e com futuro" e Passos defendeu o seu Governo dizendo que "nunca tivemos um setor exportador tão pujante como hoje".

  • Carga Fiscal
    17:41

    Novo Governo

    "Em 2016 faremos um crédito fiscal se as receitas ficarem acima do orçamentado", foi uma das declarações de Pedro Passos Coelho sobre o tema: carga fiscal. Já António Costa diz que o "conjunto de compromissos que assumimos é assumido com conta, peso e medida".

  • As presidenciais de 2016
    1:49

    Novo Governo

    Sobre o tópico das presidenciais de 2016, nenhum dos protagonistas do debate se quis pronunciar. A confirmar isso mesmo temos as declarações, quer de Pedro Passos Coelho ("Não confundirei as campanhas, não vou confundir o debate"), quer de António Costa ("O PS, na altura própria, vai pronunciar-se nessa matéria").

  • Justiça e Política
    2:12

    Novo Governo

    Na análise do que defendem cada um dos candidatos do debate realizado hoje no Museu da Eletricidade, em Lisboa, importa saber, também, o que pretendem Pedro Passos Coelho e António Costa nos campos da justiça e política. Passos não quis comentar o caso de Miguel Macedo, nem de "outros atrasos na justiça" e Costa disse que o Estado não lhe deu nada, "comprou pelo preço justo os terrenos do aeroporto".

  • Governabilidade
    3:15

    Novo Governo

    Uma das questões postas no debate de hoje entre Pedro Passos Coelho e António Costa foi se se demitiriam no caso de perderem as eleições de 4 de outubro. Os candidatos deram respostas esquivas, com Passos a dizer que não faz "especulação sobre qualquer cenário pós-eleitoral" e Costa a garantir que "ambicionamos ganhar com maioria absoluta".

  • Os custos do Novo Banco
    6:44

    Novo Governo

    O caso GES abalou o país. Mas, mais do que isso, comprometeu a vida de muitas pessoas. São essas pessoas que temos visto, ultimamente, em manifestações. São os "Lesados do BES" e este tópico era inevitável no debate de hoje entre Pedro Passos Coelho e António Costa, com vista as eleições do dia 4 de outubro. Que custos teve/tem o Novo Banco? Passos Coelho disse que "não haverá custos diretos para os contribuintes" e que a "solução para o problema dos lesados do BES só pode ser encontrada pelos reguladores". Costa chamou "passa-culpas" ao atual primeiro-ministro e acrescentou que "pagar a dívida é pegar no dinheiro e pê-lo lá e o senhor (Passos) não pagou a dívida".

  • Propostas para a Saúde
    10:39

    Novo Governo

    Um dos temas mais sensíveis é a saúde que, inevitavelmente, foi debatida hoje por Pedro Passos Coelho e António Costa, no Museu da Eletricidade, em Lisboa. Passos disse que "o Sistema Nacional de Saúde hoje tem mais qualidade, os indicadores de Saúde são melhores", mas Costa ripostou dizendo que "o que aconteceu no SNS foi precisamente o ir além da troika".

  • "Mea" Culpa
    2:06

    Novo Governo

    O último dos temas levados a debate hoje entre Pedro Passos Coelho e António Costa foi o "mea" culpa. Cada um dos candidatos às eleições do próximo dia 4 de outubro teve a oportunidade de se "retratar" para os eleitores. Passos Coelho começou por dizer "que me arrependa, propriamente, não há nada", mas acrescentou que "agora, faria muitas coisas de outra maneira". No que diz respeito a Costa, o "sentimento" foi o mesmo, como comprova a declaração feita pelo próprio: "não me arrependo, estou de consciência tranquila com o que fiz".

  • Governo prepara pacote de medidas para matas ardidas

    País

    O Governo vai preparar um pacote de medidas para as matas nacionais afetadas pelos incêndios, que passa pela elaboração de um relatório de ocorrências, por um programa de intervenção e pela aplicação da receita da madeira nessas matas.

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • Acabou o estado de graça

    Sá Carneiro dizia que qualquer Governo tem direito a um estado de graça de 100 dias. E que, depois disso, já não tem margem para deitar culpas ao Governo anterior. O discurso de Marcelo, no terreno, junto das vítimas, e não na torre de marfim de Belém, marca o tal "novo ciclo" que o Presidente há muito tinha anunciado, com data marcada: depois das autárquicas.

    Pedro Cruz

  • "O primeiro-ministro falhou em toda a linha"
    4:36

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares não acredita que a ministra da Administração Interna se despediu: "ela foi demitida pela Presidente ontem à noite publicamente". No Jornal da Noite, esta quarta-feira, o comentador da SIC declarou que o primeiro-ministro "falhou em toda a linha" e questionou se António Costa tinha a "coragem política de fazer o que é preciso". Sobre os incêndios, Miguel Sousa Tavares disse ainda que o maior problema não era haver reacendimentos, mas sim "não serem logo apagados e propagarem-se".

    Miguel Sousa Tavares

  • 2017: o ano em que mais território português ardeu
    1:41
  • O balanço trágico dos incêndios do fim de semana
    0:51
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.

  • "O povo exige um novo ciclo"
    1:10

    Tragédia em Pedrógão Grande

    A Associação de Vítimas do Incêndio de Pedrógão Grande exige que o primeiro-ministro faça um pedido de desculpas público às famílias das vítimas dos incêndios. A Presidente da Associação pede ainda a demissão do comando da Autoridade Nacional de Proteção Civil. Após a reunião desta quarta-feira com António Costa, Nádia Piazza anunciou que o Governo assume as mortes de junho passado e chegou a acordo com os familiares das vítimas.

  • Uso de véu que tape o rosto proibido em serviços públicos no Quebec, Canadá
    1:04
  • 60 milhões de crianças com menos de 5 anos vão morrer entre 2017 e 2030

    Mundo

    Cerca de 15 mil crianças com menos de 5 anos morreram em 2016 em todo o mundo, e 46% destas morreram nos primeiros 28 dias de vida, segundo um relatório divulgado na quarta-feira pela Unicef. Apesar de se ter registado uma descida da mortalidade nos primeiros cinco anos de vida, de 9,9 milhões de mortes em 2000 para 5,6 milhões em 2016, a proporção de recém-nascidos entre os falecidos aumentou de 41% para 46% neste período.