sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

CDU já goza de 17% de "votos" entre funcionários da Autoeuropa

A Coligação Democrática Unitária (CDU) congratulou-se hoje com 17% de intenções de voto nas legislativas entre o universo de 3.670 funcionários da fábrica Autoeuropa, em Palmela, segundo dados de elementos da comissão de trabalhadores.

PAULO NOVAIS/LUSA

"Tem havido uma evolução com grande significado", afirmou o líder comunista, Jerónimo de Sousa, enquanto distribuía panfletos e cumprimentava perto de um milhar de funcionários em rotação de turno, "uma massa imensa de trabalhadores".

O secretário-geral do PCP notou que, "de ano para ano", há "o alargamento do PCP e da CDU, até na forma de ser recebido", pois "isto era impensável há quatro anos", num complexo industrial em que o coordenador do organismo que representa os funcionários é o sindicalista e mandatário nacional do BE, António Chora.

"[O objetivo da CDU é] Aumentar votos e deputados, tudo o que vier é ganho, tudo o que seja para além dos 7,9% significa avanço e crescimento. Cada décima que conquistemos terá sempre significado importante", definiu Jerónimo de Sousa, após ser informado de que 620 (17%) funcionários da Autoeuropa já assinaram um manifesto de apoio à coligação com "Os Verdes".

O técnico de produção António Magrinho, 10.º colocado nas listas da CDU por Setúbal e membro da comissão de trabalhadores da empresa, e o operador de linha Pedro Caramelo atestaram os números de aderentes.

"Muitos trabalhadores constatam que encontram sempre esta força (CDU) na solidariedade com a sua luta, no quadro das eleições e fora das eleições", continuou Jerónimo de Sousa, saudando a "nova geração de operários a quem chamam muitas vezes técnicos".

Após o contacto com os funcionários da fábrica automóvel, a comitiva da CDU seguiu para uma sessão pública de esclarecimento, no Montijo, antes de rumar para o comício da noite, na Marinha Grande.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.