sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Passos diz que faz "todo o sentido" Portas voltar a ser vice-primeiro-ministro

O presidente do PSD afirmou hoje que se voltar a formar Governo faz sentido Paulo Portas continuar como vice-primeiro-ministro e que, independentemente do resultado das eleições, o PSD estará disponível para acordos de regime sobre Segurança Social.

NUNO VEIGA

"Se eu ganhar as eleições, o Governo será conhecido depois de eu ganhar as eleições mas ninguém estranhará que, sendo o doutor Paulo Portas o presidente do segundo maior partido, que ele continue como vice primeiro-ministro. Isso é o que tem todo o sentido face à nossa experiência", afirmou Pedro Passos Coelho.

Numa entrevista à RTP, conduzida pelo jornalista Vítor Gonçalves, Passos Coelho recusou mais comentários sobre um futuro elenco ministerial, nomeadamente sobre a continuidade de Maria Luís Albuquerque nas Finanças, considerando que esta é uma matéria em que tem de haver "cerimónia".

Sobre acordos com o PS para a Segurança Social, Passos afirmou ter "a certeza absoluta que o PSD estará no dia a seguir às eleições, qualquer que seja o resultado, disponível, para fazer um acordo de regime sobre a Segurança Social".

Questionado sobre se isso será independente da liderança do PSD respondeu: "Isso não tenho dúvida nenhuma".

Perante a insistência para que esclarecesse se ficará na presidência do PSD mesmo que não ganhe as eleições, respondeu com o seu passado enquanto líder da oposição.

"Não estou como candidato novamente a primeiro-ministro a dizer às pessoas que estou a pensar o que vai acontecer se eu perder. Mas os portugueses sabem uma coisa, é que eu já estive no maior partido da oposição como líder, antes de ser primeiro-ministro presidi ao PSD na oposição e, não por ter grande proximidade ou gostar muito do governo socialista de então, não faltei com o apoio que era indispensável - várias vezes, não foi uma - para ajudar o país a evitar um resgate", afirmou.

Lusa

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois de terem desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17