sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Garcia Pereira diz que suspensão da frase não isenta traidores da morte certa

O candidato do PCTP/MRPP por Lisboa às eleições legislativas, Garcia Pereira, afirmou hoje que a suspensão da frase "morte aos traidores" do material de campanha deste partido não isenta os traidores da morte certa.

"Obviamente que essa decisão não tem o mérito de fazer isentar os traidores do opróbrio e da morte certa que os espera", afirmou.

Garcia Pereira falava na Covilhã, distrito de Castelo Branco, à margem de uma ação de campanha que levou a cabo na Universidade da Beira Interior e durante a qual contactou com alguns alunos daquela instituição.

Questionado pelos jornalistas sobre o facto de hoje o PCTP/MRPP ter anunciado que suspendeu do seu material de campanha eleitoral para as eleições legislativas de outubro a frase "Morte aos Traidores", Garcia Pereira limitou-se a explicar que a decisão foi tomada no sentido de dar respostas "às objeções suscitadas pela mandatária nacional para a juventude", Virgínia Valente, e que abrange todos os meios da campanha eleitoral, nomeadamente os tempos de antena.

Sobre a ação que levou a cabo, lembrou que a mesma visou "denunciar o estrangulamento a que a cultura e ciência estão a ser submetidas por este Governo e por outro lado o emparedamento do futuro da juventude".

No contacto com os alunos, alguns dos quais vão votar pela primeira vez, o candidato abordou diversos assuntos, como o desemprego, a emigração, o mar, a agricultura e a Europa, ao mesmo tempo que fazia o apelo direto ao voto.

Nesse sentido, repetiu diversas vezes que os jovens não podem deixar "o futuro por mãos alheias", nem aceitar a ideia de que Portugal é um país condenado.

Um fatalismo que também não aceita para o interior do país: "Encerram-se hospitais, encerram-se maternidades, encerram-se centros de saúde, encerram-se estações do correio, encerram-se tribunais, e portanto vai-se condenando as populações, sobretudo destas zonas do interior, à completa desertificação e evidentemente ao envelhecimento e abandono, mas isso não é uma fatalidade do destino, é a consequência de uma política que transformou o nosso país, não num país livre e desenvolvido, mas numa coutada da Europa alemã".

Durante a tarde, Garcia Pereira estará nas Minas da Panasqueira, seguindo depois para Castelo Branco.

O candidato do PCTP/MRPP pelo círculo eleitoral de Lisboa às eleições legislativas de 04 de outubro, Garcia Pereira, defendeu esta semana, em Palmela, que é preciso "correr com os traidores da Pátria e recuperar a independência do país", o que causou várias críticas e indignação em vários setores da sociedade.

Panfletos do partido para as eleições legislativas 2015 começavam com a frase "Morte aos Traidores ! Fora do Euro".

Lusa

  • Tomadas medidas para evitar danos ambientais após acidente na barra da Armona
    1:49

    País

    Quatro tripulantes foram transportados para o hospital com hipotermia, depois de terem caído ao mar. A embarcação onde seguiam, e que faz trabalhos de reposição de areias, virou-se esta manhã, na ilha da Armona, em Olhão. As autoridades vão abrir um inquérito para apurar as causas do acidente e estão a tomar medidas para evitar danos ambientais, visto que a embarcação transportava 12 mil litros de gasóleo.

  • Papa no Chile em ambiente de contestação à Igreja Católica
    3:13

    Mundo

    O Papa pediu hoje perdão pelos crimes de pedofilia cometidos por membros da Igreja Católica no Chile, referindo que sentiu "dor e vergonha" diante do "dano irreparável" causado às crianças vítimas de abuso sexual. Francisco está a cumprir uma deslocação de três dias ao Chile, onde a contestação à visita e à Igreja se faz sentir. O Papa enfrenta um ambiente hostil na sexta viagem à América Latina, devido à denúncia de abusos sexuais na Igreja.

  • Reviravolta na Operação Fizz
    1:09

    País

    O juiz que vai julgar o chamado processo da Operação Fizz decidiu aceitar as denúncias de Orlando Figueira contra o presidente do Banco Atlântico e o advogado Daniel Proença de Carvalho. As acusações do principal arguido contra o banqueiro Carlos Silva e o advogado Proença de Carvalho podem trazer uma reviravolta ao processo.

  • Apoio psicológico fundamental em Vila Nova da Rainha
    2:19
  • Projeto Bairros Sem Cárie levou 300 pessoas do Seixal ao dentista
    3:08

    País

    Portugal tem dos piores indicadores de saúde oral da Europa e ir ao dentista é quase um luxo. Num país assim ganham ainda mais relevância iniciativas como o projeto Bairros Sem Cárie. 300 pessoas de bairros sociais do Seixal tiveram uma consulta de estomatologia gratuita.

  • Homem rompe a garganta ao tentar impedir espirro

    Mundo

    Impedir um espirro apertando o nariz pode causar sérias lesões. Foi o que aconteceu a um homem na Grã-Bretanha que teve de ser hospitalizado porque sofreu uma rutura na garganta ao apertar boca e nariz ao espirrar.