sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Vieira da Silva lembra "frase antiga" para criticar o Governo

O cabeça de lista do PS por Santarém, Vieira da Silva, lembrou hoje uma "frase antiga" para criticar o Governo que "mais aumentou as desigualdades" e agora advoga querer combater esses mesmos desequilíbrios.

"O primeiro-ministro que mais aumentou as desigualdades diz-nos agora que vai dedicar a sua atenção ao combate às desigualdades. E é aí que vem à memória uma frase antiga: pode alguém ser quem não é?", questionou o socialista, que prontamente respondeu à sua própria questão: "Não, não pode".

Vieira da Silva falava num comício em Almeirim, distrito de Santarém, e discursava perante um lotado Cineteatro local, onde todas as cadeiras estavam preenchidas e foram várias as pessoas que escutaram de pé a sua intervenção.

O socialista, ex-deputado e ex-ministro dos governos de José Sócrates, vincou que "não há nenhuma alternativa para a mudança, não há nenhuma alternativa de governo" que não passe por "não votar no PS".

PSD e CDS-PP, prosseguiu, seguem um "exercício de esquecimento de anos que foram dramáticos e marcam ainda infelizmente de forma prolongada a vida de todos" os portugueses.

Passos Coelho "não foi capaz de defender os interesses do país" perante uma crise de que Portugal, diz Vieira da Silva, não foi responsável.

"Pode alguém ser hoje o que não foi capaz de ser durante quatro anos?", insistiu o antigo ministro.

Vieira da Silva falou ainda do anúncio de hoje do primeiro-ministro e presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, de que cerca de 1.200 milhões de euros de fundos europeus serão pagos às empresas até ao final deste mês.

"Por momentos pensei que queria dizer até 04 de outubro. É que até agora não chegou nada", ironizou Vieira da Silva, referindo-se à data das legislativas.

Antes de Vieira da Silva falou o presidente da federação distrital de Santarém do PS, António Gameiro, que lembrou que António Costa, secretário-geral do partido, "honrou sempre a sua palavra", ao contrário de Passos que só nos últimos tempos "veio três vezes ao Ribatejo mentir".

"Só há um voto de alternativa ao Governo: um voto no PS", advogou, descrevendo a alternativa socialista como uma de "rigor", pautada por pessoas que estudaram e se prepararam para ir para o governo.

Antes ainda, o presidente da Câmara de Almeirim, o socialista Pedro Ribeiro, enalteceu a enchente no cineteatro local, um "significado" do que se passa no país.

O autarca pediu uma "maioria absoluta" para "mudar o país" e para as pessoas "voltarem a ter esperança e alegria".

Lusa

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.