sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

"Todos os que querem mudança têm de concentrar votos no PS"

​O antigo dirigente socialista António Vitorino fez hoje um apelo ao voto no PS nas legislativas de outubro pois só o seu partido, advogou, pode concretizar a mudança de rumo político em Portugal.

(SIC/ Arquivo)

(SIC/ Arquivo)

"Todos os que querem mudança têm de concentrar o voto em António Costa e no PS", alertou Vitorino, que falava num comício no Porto, junto à torre dos Clérigos.

O responsável disse compreender quem pense votar noutros partidos da oposição, mas sublinhou que é preciso "cuidado" e uma reflexão profunda no voto.

A procura de uma "mudança quimérica" pode "deixar tudo na mesma", sinalizou Vitorino, que se justificou posteriormente: "Ao não concentrar votos no PS [os cidadãos] estarão confrontados com os rostos de Passos Coelho e Paulo Portas para os próximos quatro anos", teme o socialista, numa frase que mereceu apupos e assobios quando foram ecoados os nomes dos líderes de PSD e CDS-PP.

E prosseguiu: "Não escondemos o nosso programa, dizemos ao que vimos, apostamos no diálogo político com todos, sem nenhuma exclusão, e na concertação social".

António Costa "vai liderar o Governo que Portugal precisa", acredita António Vitorino, insistindo que é preciso "dar força à verdadeira alternativa de que a direita tem medo, a alternativa do PS".

PSD e CDS-PP, vincou o antigo comissário europeu, têm "passado mais tempo a atacar o PS do que a falar do futuro de Portugal", e apresentam nesta campanha eleitoral duas ideias: esconder e criar medo no povo.

"Esconderam 250 mil empregos perdidos, esconderam 350 mil portugueses que tiveram de emigrar, esconderam que a riqueza do país hoje está ao nível do final dos anos 1990", elencou António Vitorino.

Posteriormente, acrescentou que "lata não falta" quando pede que o PS dialogue com a maioria, puxando para o espírito de diálogo dos socialistas.

"Onde estava o doutor Paulo Portas nestes quatro anos em que o PS foi apresentado pela coligação como fonte de todos os males deste país e às vezes mesmo de todo o mundo?", questionou o socialista, dizendo que conseguiu ouvir as declarações de hoje de Portas "no meio dos protestos dos lesados do BES" junto das ações de campanha da coligação Portugal à Frente (PSD/CDS-PP).

Vitorino disse ainda que o líder do CDS-PP "foi destacado para atacar o PS mas ele não está sozinho" nessa missão.

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twitter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.