sicnot

Perfil

Novo Governo

Um voto no PS vale por dois, diz António Costa

Um voto no PS vale por dois, diz António Costa

António Costa disse, ontem à noite, nos Açores, que um voto no PS vale por dois: um para tirar o atual governo, outro para formar um novo executivo, com condições para governar. Um claro apelo ao voto útil, num comício em Ponta Delgada, onde o residente do PS, Carlos César, disse que votar no PCP ou no Bloco de Esquerda é o mesmo que votar na coligação PSD-CDS.

  • Costa lembra dificuldades de quando liderou Lisboa sem maioria absoluta
    0:53

    Novo Governo

    António Costa apelou hoje ao voto no PS, de forma a alcançar uma maioria absoluta e uma governação estável. O líder socialista deu como exemplo a autarquia de Lisboa, onde sentiu dificuldades no primeiro mandato, por liderar com uma maioria relativa. Costa falava num almoço com cerca de duas centenas de agentes culturais, na capital.

  • António Costa promete "um governo de Cultura"
    2:48

    País

    Em almoço de campanha com mais de 200 personalidades da Cultura em Portugal, António Costa relembra a minoria com que iniciou o seu mandato na Câmara Municipal de Lisboa. O secretário-geral do PS prometeu um mandato em que a cultura estará presente em todas as dimensões da atividade do governo.

  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.