sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Taxistas e militares marcam protesto para arruada da PàF em Lisboa

Taxistas e militares da GNR manifestam-se hoje na zona do Chiado, em Lisboa, durante a arruada da coligação Portugal à Frente, onde estarão Passos Coelho e Paulo Portas.

MIGUEL A. LOPES/ LUSA

O protesto da Guarda segue depois para São Bento, rumo à residência oficial do primeiro-ministro. Na base desta manifestação, os militares garantem que está o não cumprimento por parte do Governo do memorando de entendimento assinado pla ministra da Administração Interna.

Já no caso dos taxistas que estão contra a UBER, esta é mais uma iniciativa para exigir que a ministra da Justiça faça cumprir a legislação que obriga a empresa a ter licenças para transportar passageiros.

Esta manifestação foi convocada na semana passada pela ANTRAL que prometeu protestos em plena campanha eleitoral.

  • Novo protesto de taxistas para exigir fim da Uber
    2:46

    País

    Dezenas de taxistas concentraram-se esta manhã junto à sede do Instituto de Mobilidade e dos Transportes Terrestres, em mais um protesto contra a Uber. Exigem ser assistentes em todos os processos abertos contra a plataforma. Para amanhã, a ANTRAL marcou mais uma ação, durante a arruada da coligação Portugal à Frente, no Largo do Carmo.

  • António Costa pede maioria absoluta sem margem para dúvidas
    3:09

    Novo Governo

    Numa resposta indireta ao Presidente da República, António Costa pede uma maioria absoluta, que não dê pretextos a ninguém para não nomear na segunda-feira, um governo do PS. A caravana socialista passou o dia no Porto.Esta tarde fez a tradicional arruada na baixa da cidade, onde já estava a coligação.

  • Sondagem dá vitória à coligação a três dias das eleições
    2:49

    Novo Governo

    Se as eleições fossem hoje a coligação Portugal à Frente seria a vencedora, com cinco pontos de avanço sobre o partido socialista. É este o resultado da última grande sondagem feita para a SIC e para o Expresso antes das legislativas do próximo domingo. PSD e CDS conseguem mais votos e mais deputados, mas não conseguem a maioria absoluta.

  • "Não se reconstroem serviços públicos em dois anos"
    0:53

    País

    O Ministro da Saúde diz que os problemas do Serviço Nacional de Saúde não se resolvem em dois anos nem se consegue reverter a trajetória de desinvestimento e delapidação dos serviços públicos até 2019, ou até ao final da legislatura. Em entrevista ao jornal Público e à rádio Renascença, Adalberto Campos Fernandes admitiu ainda que é contra a eutanásia, mas garante que o SNS estará pronto a aplicar a lei, se assim for decidido pelo Parlamento.

  • "Oui, Monsieur - O Saco Azul do Marquês" (Parte I)
    35:45

    Operação Marquês

    A acusação da Operação Marquês diz que, em 5 anos, foram pagos quase 36 milhões de euros de luvas a José Sócrates. A maior fatia veio do Grupo Espírito Santo. O Ministério Público fala em pagamentos por decisões políticas sobre negócios da PT, alegadamente em benefício de Ricardo Salgado. Além de Sócrates, também Zeinal Bava e Henrique Granadeiro terão recebido dezenas de milhões de euros do ex-banqueiro. Nesta primeira parte da reportagem "Oui, Monsieur - O Saco Azul do Marquês", começamos a seguir do rasto desse dinheiro, conduzidos pelas pistas deixadas à investigação, nos registos secretos de um director do Grupo Espírito Santo.

  • "Oui, Monsieur - O Saco Azul do Marquês" (Parte II)
    24:59

    Operação Marquês

    O Ministério Público estima que, em apenas 8 anos, a ES Enterprises movimentou mais de três mil milhões de euros. E sempre à margem de qualquer controlo. Na tese da Operação Marquês, foi desta empresa fantasma que saiu a maior parte das luvas alegadamente pagas por Ricardo Salgado a José Sócrates, Zeinal Bava, Henrique Granadeiro e Hélder Bataglia, por causa dos negócio da PT. Na primeira parte da grande reportagem "Oui, Monsieur - o saco azul do marquês" vimos como o chumbo da OPA da SONAE à PT terá sido o primeiro desses negócios.Agora, olhamos para outros pagamentos milionários e procuramos perceber o que está atrás desse alegado saco azul. A investigação concluiu que era financiado através de operações financeiras complexas, por vezes com dinheiro dos clientes do BES.