sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Portas diz que coligação saberá "ler e respeitar" ausência de maioria

​O líder do CDS-PP, Paulo Portas, afirmou hoje que os partidos da coligação saberão "ler e respeitar" que os portugueses tenham transmitido com "total clareza" que querem que sejam governo mas sem maioria de mandatos no parlamento.

Lusa

"Os portugueses quiseram, com total clareza que PSD e CDS sejam governo por mais quatro anos, mas não nos deram uma maioria absoluta de mandatos. Saberemos ler e respeitar essa dupla circunstância", afirmou Paulo Portas, sublinham que isso implica um esforço para uma "política responsável, de abertura e de compromisso".

Ao secretário-geral do PS, António Costa, disse: "Não é possível transformar uma derrota nas urnas numa espécie de vitória de secretaria".

"A diferença entre coligação e PS andará pelos 7%. A derrota do PS é inabalável. O resultado socialista fica na casa do que obteve nas eleições europeias cujas consequências foram as que se conhecem, mas isso não são contas do nosso rosário", afirmou, falando no hotel de Lisboa que hoje serve de "quartel-general" para a noite eleitoral da coligação PSD/CDS-PP.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • Governo quer que preço da energia deixe de ser superior ao resto da Europa
    1:38

    Economia

    O preço da luz vai descer para as famílias já a partir de janeiro, o que não acontece há 17 anos. É uma descida quase simbólica, de 0,2%. Ainda assim, o secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, disse, em entrevista na SIC Notícias, que é um sinal e que, até ao final da legislatura, o Governo quer que o país deixe de praticar preços superiores à média europeia.