sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Líder do PPV/CDC lamenta votação "péssima" no partido

O líder do PPV/CDC admitiu este domingo que a votação conseguida esta noite foi "má" e "péssima em termos absolutos", mas lembrou que o partido apenas concorreu a quatro círculos, dois dos quais com resultados superiores a 2011.

"Só concorremos a quatro círculos. Em termos de votos tivemos crescimento mas em termos absolutos temos uma votação que é má", afirmou Sérgio Cales.

"Só concorremos a quatro círculos. Em termos de votos tivemos crescimento mas em termos absolutos temos uma votação que é má", afirmou Sérgio Cales.

SIC

"Só concorremos a quatro círculos. Em termos de votos tivemos crescimento mas em termos absolutos temos uma votação que é má", afirmou à Lusa Sérgio Cales.

Para o líder do PPV/CDC Cidadania e Democracia Cristã "extrapolando os resultados" obtidos nos quatro distritos em que concorreu (Braga, Viana do Castelo, Aveiro e Santarém), o partido ficaria "à volta dos outros partidos pequenos, desde o Agir para baixo, o que é péssimo em termos absolutos".

Já em "termos relativos" disse que o partido "cresceu" e até teve "mais votos" que em 2011.

"Crescemos mas o crescimento é pouco e fica aquém do que esperávamos", lamentou o líder do PPV/CDC que esta noite conseguiu 0,05% dos votos e em 2011 chegou aos 0,15%.

Perante os resultados, que disse terem sido "os melhores de sempre do partido", adiantou que o PPV/CDC irá realizar "uma convenção nacional e aí é que se vai decidir o que se vai fazer".

"Não gastámos mil euros, não fizemos praticamente campanha, além da minha presença na televisão, além de outros condicionalismos", justificou.

A estas eleições, concorreram 16 forças políticas, das quais três são coligações e as restantes 13 partidos.

Nas coligações, contam-se a Coligação Democrática Unitária (CDU), que junta PCP e PEV, a coligação Portugal à Frente, com PSD e CDS-PP e a coligação Agir, que alia o Movimento Alternativa Socialista (MAS) ao Partido Trabalhista Português (PTP).

Os partidos políticos são o Partido Socialista (PS), Bloco de Esquerda (BE), Livre/Tempo de Avançar, Juntos pelo Povo (JPP), Nós, Cidadãos! (NC), Portugal pro vida, Cidadania e Democracia Cristã (PPV/CDC), Partido da Terra (MPT), Partido Democrático Republicano (PDR), Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP), Partido Nacional Renovador (PNR), Partido Unitário dos Reformados Portugueses (PURP), Partido Popular Monárquico (PPM) e Pessoas-Animais-Natureza (PAN).

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.