sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Líder do PPV/CDC lamenta votação "péssima" no partido

O líder do PPV/CDC admitiu este domingo que a votação conseguida esta noite foi "má" e "péssima em termos absolutos", mas lembrou que o partido apenas concorreu a quatro círculos, dois dos quais com resultados superiores a 2011.

"Só concorremos a quatro círculos. Em termos de votos tivemos crescimento mas em termos absolutos temos uma votação que é má", afirmou Sérgio Cales.

"Só concorremos a quatro círculos. Em termos de votos tivemos crescimento mas em termos absolutos temos uma votação que é má", afirmou Sérgio Cales.

SIC

"Só concorremos a quatro círculos. Em termos de votos tivemos crescimento mas em termos absolutos temos uma votação que é má", afirmou à Lusa Sérgio Cales.

Para o líder do PPV/CDC Cidadania e Democracia Cristã "extrapolando os resultados" obtidos nos quatro distritos em que concorreu (Braga, Viana do Castelo, Aveiro e Santarém), o partido ficaria "à volta dos outros partidos pequenos, desde o Agir para baixo, o que é péssimo em termos absolutos".

Já em "termos relativos" disse que o partido "cresceu" e até teve "mais votos" que em 2011.

"Crescemos mas o crescimento é pouco e fica aquém do que esperávamos", lamentou o líder do PPV/CDC que esta noite conseguiu 0,05% dos votos e em 2011 chegou aos 0,15%.

Perante os resultados, que disse terem sido "os melhores de sempre do partido", adiantou que o PPV/CDC irá realizar "uma convenção nacional e aí é que se vai decidir o que se vai fazer".

"Não gastámos mil euros, não fizemos praticamente campanha, além da minha presença na televisão, além de outros condicionalismos", justificou.

A estas eleições, concorreram 16 forças políticas, das quais três são coligações e as restantes 13 partidos.

Nas coligações, contam-se a Coligação Democrática Unitária (CDU), que junta PCP e PEV, a coligação Portugal à Frente, com PSD e CDS-PP e a coligação Agir, que alia o Movimento Alternativa Socialista (MAS) ao Partido Trabalhista Português (PTP).

Os partidos políticos são o Partido Socialista (PS), Bloco de Esquerda (BE), Livre/Tempo de Avançar, Juntos pelo Povo (JPP), Nós, Cidadãos! (NC), Portugal pro vida, Cidadania e Democracia Cristã (PPV/CDC), Partido da Terra (MPT), Partido Democrático Republicano (PDR), Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP), Partido Nacional Renovador (PNR), Partido Unitário dos Reformados Portugueses (PURP), Partido Popular Monárquico (PPM) e Pessoas-Animais-Natureza (PAN).

Lusa

  • Marcar cedo e resistir (ou como Portugal venceu Marrocos)

    Mundial 2018 / Portugal

    A seleção nacional alcançou hoje a primeira vitória no Mundial 2018, frente a Marrocos, em Moscovo. Cristiano Ronaldo (outra vez) marcou logo aos quatro minutos. Depois, Portugal pouco mais fez senão aguentar as investidas dos marroquinos, que ficam desde já afastados dos oitavos de final.

  • Fernando Santos dá um puxão de orelhas à equipa
    1:57
  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • Ronaldo, o motivador
    3:23
  • Os "memes" do desempenho de Cristiano Ronaldo frente a Marrocos
    1:25
  • Cristiano Ronaldo: o melhor do jogo, o melhor do Mundial, o melhor do mundo

    Mundial 2018 / Portugal

    Apesar da prestação de Rui Patrício na defesa da baliza lusa, Cristiano Ronaldo foi eleito o homem do jogo, pela segunda vez consecutiva, depois de marcar o golo que deu a vitória a Portugal frente a Marrocos. O capitão português ofereceu à equipa os três pontos essenciais para a eventual passagem aos oitavos de final. Mas Ronaldo não fica por aqui. Contas feitas, CR7 é o melhor marcador do Mundial (4 golos em 2 jogos) e já marcou 85 golos por Portugal, feito nunca antes alcançado nem por Eusébio nem por Pauleta. No auge dos 33 anos, há quem diga que Ronaldo "é como o vinho do Porto". Será que ainda vai chegar à marca dos 100? Parece que, para o CR7, nada é impossível.

  • Parecia que Rui Patrício tinha cola nas luvas
    5:40
  • Os momentos descontraídos dos jogadores que estão no Mundial
    1:54
  • Selecionador de Marrocos queixa-se da arbitragem
    1:41
  • Georgina Rodriguez assistiu ao jogo de Portugal e acenou a Ronaldo
    1:05
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49