sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

MPT satisfeito com resultado "positivo" apela a bom senso na AR

O presidente do MPT destacou hoje o resultado "francamente positivo" conseguido nas legislativas pelo partido e apelou ao "bom senso" entre os partidos com assento parlamentar para evitar que seja necessário um novo sufrágio.

Lusa

"Os portugueses decidiram novamente dar o voto de confiança à coligação. A coligação tem de governar e os partidos com assento parlamentar têm de se entender e têm de deixar governar a coligação que foi eleita pela vontade dos portugueses", afirmou à agência Lusa José Inácio Faria.

Para o presidente do MPT -- Partido da Terra, que conseguiu 0,42% dos votos, "não faz sentido ouvir algumas declarações de alguns dirigentes políticos de alguns partidos políticos que se pronunciaram (...) relativamente ao resultado destas eleições com um discurso de inviabilização da ação executiva deste próximo governo".

"Não pode ser, nós não podemos voltar a novas eleições, tem de haver governabilidade de consenso. Não podemos passar em eleições permanentes", assinalou.

Lembrando que "cada ato eleitoral custa milhões ao erário público", Inácio Faria apelou ao "bom senso" e a "uma política de consensos na Assembleia da República".

Sobre o resultado conseguido pelo MPT, que conquistou mais um ponto percentual que em 2011, destacou que "estas eleições tiveram novos protagonistas" que "entraram" no que disse ser "o espaço de intervenção" do partido.

"Globalmente, penso que o resultado foi bom para o Partido da Terra, uma vez que nós conseguimos superar a dispersão de votos que estas eleições trouxeram", frisou, acrescentando mesmo que "foi francamente positivo".

O presidente do MTP adiantou que o partido irá agora preparar as presidenciais e até já começou "a trabalhar para as próximas eleições autárquicas".

Ainda sobre os resultados das legislativas, quis "congratular os votantes, porque houve uma redução de votos em branco desde as últimas eleições e isto acaba por ser um toque positivo".

Mais de 9,6 milhões de eleitores foram hoje chamados a votar para a escolha de 230 deputados à Assembleia da República.

A estas eleições concorreram 16 forças políticas, entre as quais três coligações.

Lusa

  • O resgate dos passageiros do naufrágio em Cascais
    1:48
  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01
  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC

  • Presidente do Uganda quer proibir sexo oral

    Mundo

    O Presidente do Uganda emitiu um aviso público durante um conferência de imprensa anunciando que vai banir a prática de sexo oral no país. Yoweri Museveni justifica o ato, explicando que "a boca serve para comer".

    SIC