sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

PCTP/MRPP promete "combate" e reconhece que falhou objetivo

O cabeça de lista por Lisboa do PCTP/MRPP reconheceu hoje que o seu partido não alcançou o objetivo de eleger deputados, mas disse que "continuará a combater o governo de traição nacional que vier a sair das eleições".

Lusa

Em comunicado, Garcia Pereira refere ainda assim que o PCTP/MRPP (com 1,11 por cento/59.812 votos) manteve "o essencial do seu eleitorado", face a resultados obtidos anteriormente.

Num balanço em relação a outras forças partidárias, o PCTP/MRPP foi crítico em todas as direções, começando por salientar a perda "de mais de 700 mil votos" por parte do PSD/CDS-PP face àquilo que diz ter sido a "atuação oportunista do partido dito socialista".

"[António Costa] Não apresentou qualquer ideia ou proposta alternativa à política de austeridade, de pagamento da dívida e de submissão aos ditames da Europa alemã levada a cabo pelo governo de traição nacional Coelho/Portas", justifica.

Garcia Pereira considera assim que o PS "sofreu uma merecida derrota" e que "a subida da votação alcançada pelo Bloco de Esquerda também não representará qualquer alteração radical da grave situação de miséria e de fome do povo trabalhador".

Mais de 9,6 milhões de eleitores foram hoje chamados a votar para a escolha de 230 deputados à Assembleia da República.

A estas eleições, concorreram 16 forças políticas, entre as quais três coligações.

A coligação PSD/CDS-PP é a força política mais votada com 38,55% dos votos e com 104 mandatos nas eleições legislativas de hoje, quando estão apurados os resultados provisórios em todas as 3092 freguesias, de acordo com os dados da Secretaria-Geral do Ministério de Administração Interna - Administração Eleitoral.

O PS foi o segundo partido mais votado com 32,38% elegendo 85 deputados.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.