sicnot

Perfil

Novo Governo

Nicolau Santos diz que um acordo de Governo terá de respeitar compromissos internacionais

Nicolau Santos diz que um acordo de Governo terá de respeitar compromissos internacionais

Nicolau Santos afirma que um acordo de Governo terá de respeitar os compromissos internacionais. Num comentário à entrevista a Catarina Martins, esta noite na SIC Notícias, Luís Delgado afirma que entende o mediatismo da porta-voz do Bloco de Esquerda como uma defesa da própria na eventualidade de não haver acordo.

  • Empresários apelam à estabilidade política
    9:27

    Novo Governo

    A Câmara do Comércio e Indústria Portuguesa apela à estabilidade política. Num manifesto, divulgado hoje, a entidade escreve que as sucessivas negociações entre os partidos estão a deixar os empresários inquietos. Os empresários defendem que o horizonte de incerteza é nefasto para Portugal e que é preciso encontrar uma solução governativa estável, sob pena de o país ter de enfrentar uma nova intervenção externa.No comunicado, pode ler-se também que as empresas apelam a que a solução de governo seja responsável e duradoura.

  • Algumas das medidas do acordo à esquerda
    1:45

    Novo Governo

    Enquanto o PS tenta fechar um entendimento à esquerda, há medidas do acordo que vão sendo conhecidas. O salário mínimo sobe, mas não para os 600 euros, desce a taxa social única para os trabalhadores e a função pública recupera os salários já em 2016.

  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Embaixador do Bangladesh pede ajuda aos portugueses no caso dos rohingya

    Mundo

    O embaixador do Bangladesh em Lisboa pediu esta sexta-feira aos portugueses que ajudem a resolver o problema dos rohingya. Desde o final de agosto, mais de 400 mil pessoas desta minoria muçulmana fugiram de Myanmar, a antiga Birmânia. O Bangladesh já tinha acolhido outros 400 mil refugiados e vê-se agora a braços com esta crise migratória. Pede por isso a Portugal que pressione Myanmar para aceitar de volta e em segurança os rohingya.