sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Pormenores do acordo com PS só após aprovação por outros partidos, diz o BE

O Bloco de Esquerda (BE) disse hoje à agência Lusa que os pormenores sobre o acordo com o PS só vão ser tornados públicos depois de os outros partidos em conversações aprovarem o documento nas respetivas direções.

"O acordo só será público depois de os outros partidos aprovarem nas respetivas direções, pelo que, para já não, iremos comentar mais nada", respondeu à Lusa fonte do partido, depois de questionada sobre os pormenores das negociações com o PS.

O BE anunciou hoje de madrugada na sua página oficial a conclusão das negociações com o PS para a formação de uma alternativa de Governo, considerando que estão criadas as condições para um acordo à esquerda.

Este anúncio foi feito através de uma breve publicação, intitulada "Bloco concluiu negociações com PS", com o seguinte conteúdo: "A Comissão Política do Bloco de Esquerda aprovou na noite de quinta-feira o documento de trabalho resultante das negociações do Bloco com o Partido Socialista".

No mesmo texto, colocado no 'site' esquerda.net, pode ler-se: "A Comissão Política congratula-se com este resultado. Pela parte do Bloco, as negociações com o PS estão concluídas e estão reunidas as condições para um acordo à esquerda pela proteção do emprego, dos salários e das pensões".

O mesmo anúncio foi feito, por volta da 01:00, no Twitter, pela porta-voz do BE, Catarina Martins, que na sua conta oficial nesta rede social remeteu para a curta declaração colocada no 'site' deste partido.

Além da assessoria do BE, a Lusa contatou as dirigentes bloquistas Catarina Martins e Mariana Mortágua, mas sem obter resposta.

A Lusa pediu também uma posição do Partido Socialista, mas a assessoria de António Costa remeteu esclarecimentos para uma entrevista que o secretário-geral socialista dará hoje ao Jornal da Noite da SIC.

  • Traço contínuo às curvas
    2:42
  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Cristas calcula défice de 3,7% sem "cortes cegos" das cativações
    0:45

    Economia

    Assunção Cristas diz que o défice de 2,1% só foi conseguido porque o Governo fez cortes cegos na despesa pública. Esta manhã, depois de visitar uma unidade de cuidados continuados em Sintra, a presidente do CDS-PP afirmou que, pelas contas do partido, sem cativações, o défice estaria nos 3,7%.

  • Reservas de viagens na Páscoa e no verão aumentaram
    1:19

    Economia

    As reservas de viagens no período da Páscoa e do verão aumentaram este ano, tanto para o estrangeiro como para dentro de Portugal. O Algarve, a Madeira e os Açores continuam a ser os destinos de eleição. Os portugueses estão também a marcar férias com mais antecedência, uma das receitas para conseguir melhores preços.

  • Escada rolante inverte sentido e varre dezenas de pessoas
    1:15
  • Sol influencia alterações climáticas na Terra

    Mundo

    As flutuações da atividade solar têm um efeito sobre o clima da Terra, concluiu um estudo de investigadores suíços, que conseguiu, pela primeira vez, estimar a influência do Sol no aquecimento do planeta.