sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Moção de rejeição do PS aprovada, Governo cai

ÚLTIMA HORA

Foi aprovada a moção de rejeição ao Governo, apresentada pelo PS. Caiu assim o XX Governo Constituicional, liderado por Passos Coelho, o mais curto da democracia portuguesa. Com 123 votos a favor e 107 contra.

Após a votação, António Costa foi cumprimentar o Governo.

Após a votação, António Costa foi cumprimentar o Governo.

ANTÓNIO COTRIM

Votaram a favor os deputados do PS, PCP, PEV e ainda o deputado do PAN. Esta moção teve 107 votos contra, das bancadas do PSD e do CDS-PP.

A votação ainda demorou algum tempo a concretizar-se, após um problema informático que impossibilitava o registo de alguns dos deputados. O presidente da Assembleia aceitou então a sugestão do líder parlamentar do PSD para que a votação decorresse fila a fila.

A rejeição do Programa do Governo exige o voto de uma maioria absoluta dos deputados em efetividade de funções, ou seja, pelo menos 116 parlamentares e, segundo o artigo 195.º da Constituição, implica a demissão do executivo, que se manterá em gestão até à posse de um novo Governo.

Com Lusa

  • Conheça a moção de rejeição do PS ao Governo

    Novo Governo

    O líder parlamentar dos socialistas, Carlos César, entregou a moção de rejeição do PS ao Governo, enquanto decorria o debate do Programa do Governo. Também o PCP, o BE e o PEV entregaram as suas moções. Veja abaixo o documento dos socialistas, o primeiro a ser votado.

  • Acordos da esquerda assinados

    Novo Governo

    Estão assinados os acordos entre o PS, PCP, Bloco de Esquerda e PEV. A assinatura dos três documentos decorreu em privado, pelas 13:45, na interrupção para almoço do debate do Programa de Governo, no Parlamento. Os textos já foram publicados, António Costa divulgou entretanto no Facebook as fotos do momento.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.