sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

PAN espera "novo rumo" por parte do Executivo

O deputado do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN), André Silva, afirmou hoje, no encerramento do debate sobre o programa do XX Governo Constitucional, esperar um "novo rumo" por parte do executivo, assente num novo paradigma.

Do Governo "o PAN espera um novo rumo que não se limite a mitigar as questões ligadas ao agravamentos das condições de vida dos portugueses, mas que inicie um novo paradigma de relações económico-sociais que não assente na velha dicotomia entre exploração capitalista e luta de classes, não devendo a sua realização e felicidade dos portugueses ser apenas proporcional à sua capacidade produtiva", vincou André Silva perante a Assembleia da República no encerramento do debate sobre o programa de Governo.

"Do debate aqui realizado realço a importância de uma consciência político-partidária responsável no alinhamento de agendas, deliberações e prioridades. Existem medidas aqui debatidas que só podem avançar com um compromisso e um vasto acordo entre protagonistas e forças políticas que partilhem o desejo genuíno de criar alternativas sustentáveis nos vários eixos governativos", afirmou o deputado.

André Silva iniciou a sua intervenção com um balanço do debate sobre o programa de Governo, que considerou "adequado e justo", e que deve ser ajustado "ao imperativo de mudança que os portugueses têm vindo a pedir".

"O programa [de Governo] traz algumas propostas que indicam ligeiros ajustes ao desagravamento dos sacrifícios que nos foram pedidos, contudo, ao aprofundarmos com mais detalhe, não podemos deixar de considerar que o mesmo programa dá continuidade ao rumo seguido pelo Governo durante os quatro anos anteriores", afirmou André Silva na primeira vez que discursou do púlpito do parlamento.

André Silva acrescentou que o programa "acentua cada vez mais a intenção de substituir a noção de Estado social por uma noção mais assistencialista", afirmando ver com agrado que "existe a preocupação do Governo em propor medidas que vão ao encontro do bem-estar animal", mas encontrando algumas contradições nas medidas apresentadas pelo XX Governo Constitucional.

Entre as contradições, o deputado do PAN assinalou que o programa tanto confirma que se deve melhorar o bem-estar animal, ao mesmo tempo que "beneficia o lucro dos produtores, agilizando procedimentos comerciais".

"Privilegia-se a lógica de mercado através do lucro fácil em detrimento da proteção desejável para estes animais", criticou o deputado.

André Silva enunciou ainda não ter encontrado preocupações com a utilização de agroquímicos, o cultivo de transgénicos ou uma eventual reavaliação do plano nacional de barragens.

"Sentimos também a ausência de medidas concretas no âmbito ao incentivo dos modos de produção biológicos", sublinhou o deputado.

O discurso do líder do PAN foi aplaudido por alguns deputados do PS.

Lusa

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.