sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

PAN vai intervir nos debates quinzenais

A conferência de líderes parlamentares decidiu hoje que o deputado do PAN (Pessoas-Animais-Natureza), André Silva, vai poder intervir nos debates de matérias de "prioridade absoluta", debates quinzenais e do estado da Nação.

© Rafael Marchante / Reuters

De acordo com o porta-voz da conferência de líderes, o deputado do PSD Duarte Pacheco, serão atribuídos tempos ao PAN para intervir nos debates definidos no artigo 62 do Regimento da Assembleia como relativos a "matérias de prioridade absoluta".

Constituem essas matérias a autorização ao Presidente da República para declarar a guerra e fazer a paz, declaração do estado de sítio e do estado de emergência, apreciação do Programa do Governo, votação de moções de confiança ou de censura, aprovação das leis das grandes opções dos planos nacionais e do Orçamento do Estado e interpelações ao Governo.

Com metade do tempo atribuído ao Partido Ecologista "Os Verdes" - que tem dois deputados, formando, assim, um grupo parlamentar - o deputado eleito pelo PAN poderá ainda intervir nos debates quinzenais e do estado da Nação, foi hoje decidido.

Na semana passada, a conferência de líderes parlamentares já tinha decidido pela participação do PAN, com estatuto de observador, naquele órgão parlamentar que fixa a agenda das reuniões plenárias.

Lusa

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Primeiro-ministro sueco "surpreendido" com as declarações de Trump
    0:53

    Mundo

    O primeiro-ministro sueco ficou surpreendido com as declarações de Donald Trump, que, no fim de semana, se referiu a um suposto ataque terrorista no país escandinavo, relacionado com a imigração. Stefan Löfven fala na responsabilidade de usar os factos correctamente e diz que é preciso verificar a informação que é divulgada.

  • Angelina emociona-se ao falar da separação de Brad Pitt
    1:25
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46