sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

BE diz registar recuo do Presidente sobre objeção a executivo liderado pelo PS

O Bloco de Esquerda (BE) disse hoje que "regista o recuo" do Presidente da República face à objeção da formação de um governo do PS viabilizado à esquerda, e aguarda "o desenvolvimento dos contactos" entre Cavaco Silva e António Costa.

PAULO NOVAIS

"O BE regista o recuo do PR quanto à sua objeção à formação de um governo do Partido Socialista viabilizado pelos partidos à sua esquerda no parlamento", frisa o partido em comunicado enviado esta tarde às redações.

No curto texto, de dois parágrafos apenas, o Bloco diz ainda aguardar agora "o desenvolvimento dos contactos entre o Presidente da República e o secretário-geral do PS e os passos para uma rápida indigitação do novo primeiro-ministro".

O secretário-geral do PS, António Costa, deverá responder por escrito hoje mesmo à clarificação requerida esta manhã pelo Presidente da República, Cavaco Silva, disse à Lusa o presidente do PS, Carlos César.

São seis as questões que o Presidente da República pede para serem esclarecidas, nomeadamente a aprovação dos Orçamentos do Estado, "em particular o Orçamento para 2016" e a aprovação de moções de confiança ao futuro executivo.

O "cumprimento das regras de disciplina orçamental aplicadas a todos os países da Zona Euro e subscritas pelo Estado Português, nomeadamente as que resultam do Pacto de Estabilidade e Crescimento, do Tratado Orçamental, do Mecanismo Europeu de Estabilidade e da participação de Portugal na União Económica e Monetária e na União Bancária", é outro dos pontos mencionados por Cavaco Silva.

O chefe de Estado solicitou igualmente "clarificação formal" relativamente ao "respeito pelos compromissos internacionais de Portugal no âmbito das organizações de defesa coletiva", o "papel do Conselho Permanente de Concertação Social, dada a relevância do seu contributo para a coesão social e o desenvolvimento do país" e a "estabilidade do sistema financeiro, dado o seu papel fulcral no financiamento da economia portuguesa".

O encontro desta manhã entre o secretário-geral do PS e o Presidente da República durou meia hora e seguiu-se às 31 audiências realizadas por Cavaco Silva desde 12 de novembro com confederações patronais, associações empresariais, centrais sindicais, banqueiros, economistas e partidos representados no parlamento eleito nas legislativas de 04 de outubro.

Lusa

  • As exigências de Cavaco Silva
    7:40

    Opinião

    O editor de Política do Expresso considera que o Presidente da República já tomou a decisão de indigitar António Costa como primeiro-ministro. Para Bernardo Ferrão, Cavaco Silva apenas quer que António Costa assine um compromisso e que seja responsabilizado caso caia algum dos acordos com os partidos de esquerda.

  • Jerónimo acusa Cavaco de subverter Constituição
    0:57

    Novo Governo

    Jerónimo de Sousa acusa Cavaco Silva de subverter a Constituição. O secretário-geral comunista diz que as exigências feitas pelo Presidente da República a António Costa, para a criação do novo Governo, são mais uma tentativa de salvar a coligação PSD/CDS-PP.

  • Cavaco Silva exige "clarificações" a Costa

    Novo Governo

    O Presidente da República encarregou o secretário-geral do PS de apresentar uma solução de governo estável e duradoura, mas pede várias garantias e clarificações. Cavaco entregou uma lista com seis tópicos a António Costa, que foi esta manhã chamado ao Palácio de Belém.

  • As seis exigências de Cavaco para um governo de esquerda
    1:41

    Novo Governo

    Cavaco Silva só dá posse a um governo liderado por António Costa se houver uma clarificação dos acordos com os restantes partidos de esquerda. O Presidente da República abriu caminho para um possível executivo socialista, mas deixou várias exigências. A esquerda terá de garantir a aprovação de moções de confiança e dos Orçamentos do Estado, o cumprimento das regras de disciplina orçamental e o respeito pelos compromissos internacionais.

  • Marcelo condecora hoje Francisco Sá Carneiro a título póstumo
    0:55

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa vai condecorar hoje Francisco Sá Carneiro, a título póstumo. A cerimónia será incluída nas celebrações do 25 de Abril. Também a título póstumo, o Presidente da República vai ainda homenagear o antigo bispo do Porto D. António Ferreira Gomes. As condecorações têm lugar esta tarde no Palácio de Belém para onde já estava marcada a condecoração do arquiteto Siza Vieira. Todos, diz Marcelo, são figuras ligadas à liberdade e democracia.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.