sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

António Costa indigitado primeiro-ministro

O Presidente da República indicou o secretário-geral do PS para primeiro-ministro. Durou cerca de uma hora o encontro de hoje entre Cavaco Silva e António Costa.

ANDRÉ KOSTERS/LUSA

A Presidência entregou uma nota aos jornalistas após do encontro:

"O Presidente da República de República decidiu, ouvidos os partidos políticos com representação parlamentar, indicar o Dr. António Costa para primeiro-ministro"

Na nota, é referido que Cavaco Silva "tomou nota" dos esclarecimentos do líder do PS sobre a estabilidade e durabilidade do seu executivo e que a continuação em funções do atual Governo em gestão, de Passos Coelho, "não corresponderia ao interesse nacional".

António Costa saiu do Palácio de Belém ao meio-dia, sem fazer declarações aos jornalistas. O secretário-geral do PS tinha chegado quando eram precisamente 11:00. Na mão, Costa levava apenas uma pasta com alguns papéis.

As respostas aos pedidos de esclarecimento do Presidente da República, pedido ontem noutra reunião, já tinham sido entregues em Belém, ainda na segunda-feira ao final da tarde.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".