sicnot

Perfil

Novo Governo

Novo Governo

Novo Governo

Costa promete cultura de diálogo e compromisso sem exclusões

O primeiro-ministro prometeu hoje uma cultura de abertura ao diálogo e ao compromisso sem exclusões políticas ou sociais, num discurso em que criticou a lógica da "trincheira de confrontação" e manifestou confiança no suporte parlamentar da esquerda.

Lusa

Lusa

M\303\201RIO CRUZ

Estas posições foram assumidas por António Costa logo na abertura do seu discurso de apresentação do programa do XXI Governo Constitucional na Assembleia da República.

"É com uma postura de abertura ao diálogo e ao compromisso que o XXI Governo se relacionará com esta Assembleia [da República]. E é com o mesmo esforço persistente de diálogo e concertação social que nos relacionaremos com os parceiros sociais e com a sociedade", declarou o primeiro-ministro.

Na sua intervenção, António Costa manifestou confiança no suporte parlamentar das forças de esquerda em relação ao seu Governo e reiterou a legitimidade política e constitucional da solução que está na base deste executivo minoritário socialista.

"O conjunto das bancadas parlamentares do PS, do BE, do PCP e do PEV que asseguraram um suporte parlamentar maioritário ao Governo, provaram que em democracia há sempre alternativas, e que não estávamos condenados a ver prosseguir as políticas que não tinham apoio maioritário nesta Assembleia [da República], porque maioritariamente tinham sido rejeitadas pelos cidadãos que as senhoras e os senhores deputados representam. É pois confiante na solidariedade deste apoio maioritário que o XXI Governo se apresenta nesta Assembleia", salientou o líder do executivo.

Ainda de acordo com o primeiro-ministro, a atual solução de Governo contribuiu até "para enriquecer a democracia, ao valorizar o pluralismo e diversificar as alternativas, garantindo que a maioria eleitoral que votou pela mudança de políticas não se frustrava na incapacidade de gerar uma mudança da maioria de governo".

Mas António Costa deixou também uma mensagem de recusa de uma lógica de confrontação face às bancadas do anterior Governo PSD/CDS-PP.

"Quero deixar claro que ao derrubar este muro velho de 40 anos, não abrimos uma trincheira de confrontação que exclua do diálogo democrático as restantes bancadas parlamentares, como bem prova a inclusão no programa do Governo de contributos do PAN (Pessoas Animais e Natureza), com quem contamos para aprofundar o debate civilizacional sobre o bem-estar animal", disse.

Lusa

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • À descoberta de Dago, o destroço mais visitado em mergulho de profundidade
    13:51
  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • "Comecei por ajudar uma família que me pediu um plástico para se proteger"
    4:51
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.

  • Deputado da Malásia diz que negar sexo ao marido é uma forma de abuso

    Mundo

    Um deputado malaio tem sido alvo de algumas críticas na internet, depois de ter dito que negar sexo a maridos é uma forma de abuso psicológico e emocional por parte das mulheres. As declarações de Che Mohamad Zulkifly Jusoh foram feitas durante um debate sobre as alterações às leis de violência doméstica, na quarta-feira.

    SIC