sicnot

Perfil

Liga Europa 2016/2017

Liga Europa 2016/2017

Liga Europa 2016/2017

UEFA ameaça Lyon e Besiktas com exclusão das competições europeias

Lyon e Besiktas foram punidos com a exclusão das competições europeias, com pena suspensa durante dois anos, devido aos incidentes ocorrido no jogo entre as duas equipas na Liga Europa de futebol, anunciou esta quarta-feira a UEFA.

Nos próximos dois anos, o clube francês arrisca ser impedido de participar na Liga dos Campeões ou na Liga Europa caso volte a infringir as regras de segurança do organismo que rege o futebol europeu, acontecendo o mesmo com o Besiktas.

Os dois emblemas foram ainda condenados a pagar uma multa de 100 mil euros.O Comité Disciplinar da UEFA considerou que os adeptos dos dois clubes foram responsáveis pelos incidentes ocorridos na última quinta-feira, em França, no duelo da primeira mão dos quartos de final da Liga Europa de futebol.

O encontro começou com 46 minutos de atraso devido a uma invasão do relvado por parte dos adeptos do Lyon, que alegadamente tiveram que fugir para o relvado por estarem a ser atingidos nas bancadas por objetos vindos do local onde estavam os apoiantes do Besiktas.

Os franceses, com o português Anthony Lopes na baliza, venceram o jogo por 2-1, num encontro em que Ricardo Quaresma não foi utilizado pelos turcos, devido a lesão.

Lusa

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Cenário mais estável no Sardoal
    0:55

    País

    O presidente da Câmara do Sardoal, Miguel Borges, disse esta manhã que a situação está mais calma. No entanto, o autarca pede que não se desmobilizem os meios porque a situação pode mudar de forma imprevisivel. Miguel Borges alertou ainda para o cansaço dos bombeiros e agentes da Proteção Civil.

  • Detida no Brasil portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos
    3:04

    Mundo

    A Polícia do Rio de Janeiro deteve uma portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos. Ana Resende fazia-se passar por funcionária do consulado e prometia vistos e outros documentos para tirar dinheiro das vítimas. Esta é a terceira vez que a polícia brasileira detém a portuguesa por acusações de burla.