sicnot

Perfil

Liga Europa

Liga Europa

Liga Europa 2015/2016

Paulo Fonseca defende que a pressão está do lado do Marselha

O treinador do Sporting de Braga, Paulo Fonseca, disse esta quarta-feira que a pressão está do lado do Marselha para o jogo de quinta-feira, da quarta jornada do grupo F da Liga Europa de futebol.

Para Paulo Fonseca, "a pressão está mais do lado" do Marselha, mas frisou que o Braga tem a "ambição de ganhar todos os jogos".

Para Paulo Fonseca, "a pressão está mais do lado" do Marselha, mas frisou que o Braga tem a "ambição de ganhar todos os jogos".

HUGO DELGADO / Lusa

O Sporting de Braga, líder do grupo, venceu o Marselha em casa há duas semanas (3-2) e tem cinco pontos de vantagem sobre os franceses, terceiros, pelo que, para o técnico, e tendo em conta também o favoritismo atribuído ao Marselha no início do grupo, "a pressão está mais do lado deles".

"O Marselha é uma equipa forte, estão motivados por jogar em casa, o que será uma dificuldade extra para nós. Eles querem ganhar para poderem passar a fase de grupos", disse na conferência de imprensa de antevisão, em Marselha.

Para Paulo Fonseca, "a pressão está mais do lado" do Marselha, mas frisou que o Braga tem a "ambição de ganhar todos os jogos".

"Como sabem, tal como a geografia, a matemática não é o meu forte. Não fiz contas. Temos é que obrigatoriamente manter a nossa ambição e isso passa por ganhar os três pontos", reforçou.

Rejeitando ter já a qualificação garantida, Paulo Fonseca assegurou que vai apresentar a sua melhor equipa e voltou a considerar o adversário uma "grande equipa" que "melhorou muito defensivamente" nas últimas partidas.

O empate pode ser um bom resultado para os minhotos, mas o técnico garantiu que joga sempre imaginando que vai vencer e não empatar.

Sporting de Braga, primeiro classificado do grupo F, com nove pontos, e Marselha, terceiro, com três, defrontam-se na quinta-feira, às 18:00, no Estádio Vélodrome, em Marselha, jogo que será arbitrado pelo turco Huseyin Goçek.

Lusa

  • Reclusos que fugiram de Caxias tiveram cúmplices
    1:59

    País

    Uma falha de Portugal poderá explicar a libertação de um dos dois chilenos que fugiram de Caxias e foram apanhados em Espanha. As autoridades portuguesas atrasaram-se a enviar o mandado de detenção e a polícia espanhola libertou o fugitivo. Na investigação da fuga, acredita-se que os 3 reclusos tiveram cúmplices e a namorada de um deles já foi interrogada.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus parente e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.