sicnot

Perfil

Liga Europa

Liga Europa

Liga Europa 2014/2015

Villas-Boas confiante na inversão da eliminatória frente ao Sevilha

O português André Villas-Boas disse esta quarta-feira acreditar numa vitória do Zenit de São Petersburgo sobre o Sevilha, no jogo da segunda mão dos quartos de final da Liga Europa em futebol, que permita o apuramento para as 'meias'.

ANATOLY MALTSEV / Lusa

Apesar do 2-1 desfavorável no jogo da primeira mão, em Sevilha, o treinador português espera um jogo diferente do da semana passada, até porque o Zenit irá poder contar com quatro habituais titulares que não atuaram no primeiro jogo, como o português Danny, o italiano Criscito, o russo Smólnikov e o brasileiro ex-FC Porto Hulk.

"Estamos vivos e queremos marcar presença nas meias-finais. Este vai ser um jogo diferente do da primeira mão. Temos que jogar ao ataque, sabendo também que o Sevilha tem grandes potencialidades ofensivas", afirmou o treinador português na conferência de imprensa de antevisão ao jogo. 

Por sua vez, o técnico do Sevilha Unai Emery mostrou grande vontade em disputar um jogo numa competição que considera "especial" para o clube e que por isso todos vão estar focados em conseguir, uma vez mais, o apuramento para as meias-finais.

"Conseguimos já um primeiro objetivo, que era ganhar, mas o segundo, que passava por não sofrer golos, não conseguimos. Estou preparado, caso seja necessário, para um prolongamento frente a uma equipa recheada de internacionais e com um grande treinador", disse.

Do lado dos campeões em título, o português Beto, afastado dos últimos jogos devido a lesão, recuperou e está disponível para o jogo, mas o treinador espanhol não garante a titularidade do guardião luso, assegurando que "jogue quem jogar a baliza estará bem coberta".

O jogo entre o Zenit de São Petersburgo e o Sevilha disputa-se na quinta-feira, às 20:05 (hora de Portugal), no Estádio Petrovsky.
Lusa
  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional. O ministro garante que o programa vai ser executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação. Vieira da Silva assegura também que o montante disponível para o programa não foi desperdiçado e vai poder ser usado.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01