sicnot

Perfil

Liga Europa

Liga Europa

Liga Europa 2014/2015

Mbia, do Sevilha, transportado ao hospital por precaução após choque de cabeça

O médio camaronês Stéphane Mbia, do Sevilha, foi transportado para um hospital, por precaução, devido ao choque de cabeça com um jogador da Fiorentina, durante o jogo da primeira mão da meia-final da Liga Europa, na quinta-feira.

O médio camaronês do Sevilha, Stephane Mbia (à esquerda)

O médio camaronês do Sevilha, Stephane Mbia (à esquerda)

© Marcelo del Pozo / Reuters

Pouco depois dos 60 minutos, Mbia chocou de cabeça com o croata Milan Badelj. Ambos receberem assistência no relvado e Badelj foi substituído na equipa italiana por Pizarro (68), mas Mbia permaneceu mais uns minutos em campo, antes de manifestar algumas queixas e dar o seu lugar no conjunto espanhol a Vicente Iborra (73).

Fontes do clube andaluz, citadas pela agência EFE, dizem que o camaronês está bem, embora os médicos do clube tenham optado por submeter o jogador a diversos exames.

Detentor do troféu, o Sevilha, que alinhou com o português Daniel Carriço a tempo inteiro, derrotou a Fiorentina por 3-0, abrindo caminho para a sua segunda final consecutiva. A segunda mão realiza-se na próxima quinta-feira
Lusa
  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.