sicnot

Perfil

Manoel de Oliveira

Manoel de Oliveira

Manoel de Oliveira

Paris exibe ciclo com mais de dez filmes em homenagem a Manoel de Oliveira

 "Aniki-Bobó" e "O Gebo e a sombra" são dois dos filmes de Manoel de Oliveira que serão exibidos a partir de hoje, em Paris, no Cinéma le Grand Action, numa homenagem ao cineasta português, falecido na quinta-feira.

Manoel de Oliveira. (Arquivo)

Manoel de Oliveira. (Arquivo)

© Handout . / Reuters

A direção do Cinéma le Grand Action lamenta a morte do realizador, numa altura em que se já se tinha decidido pela sua "presença imutável", programando, com "urgência", uma semana de exibições regulares do cinema de Oliveira.

Até ao dia 14 serão recordados em Paris filmes como "O Gebo e a sombra" (2012), última longa-metragem de Manoel de Oliveira, "Aniki Bobó" (1942), primeira longa de ficção, e "O estranho caso de Angélica", no qual recupera um projeto com mais de 50 anos.

A estes juntam-se o documentário "O ato da Primavera", "Belle Toujours", "Cristóvão Colombo - o Enigma", "Francisca", "Benilde ou a virgem mãe", "O passado e o presente", "Singularidades de uma rapariga loura" e, a terminar, "O espelho mágico".

Manoel de Oliveira morreu a 02 de abril aos 106 anos, em casa, no Porto.


Lusa
  • Porto despede-se de Manoel de Oliveira
    2:39

    Cultura

    Centenas de pessoas fizeram questão de se despedir de Manoel de Oliveira, esta sexta-feira. No cemitério e na Igreja de Cristo Rei, muitos foram os cidadãos que estiveram no último adeus ao cineasta.

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15