sicnot

Perfil

Maria Barroso 1925-2015

Maria Barroso 1925-2015

Maria Barroso

Primeiro-ministro recorda "vida ímpar" dedicada aos outros de Maria Barroso

 O primeiro-ministro recordou Maria Barroso, que morreu hoje, como uma figura com "uma vida ímpar", dedicada ao serviço dos outros e à causa pública, e transmitiu as condolências em nome pessoal e do Governo português.

JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Maria de Jesus Barroso morreu hoje, aos 90 anos, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde estava internada em estado grave desde 26 de junho.

"Foi com enorme tristeza que tomei conhecimento do falecimento da doutora Maria de Jesus Barroso. Teve uma vida ímpar, toda ela dedicada ao serviço dos outros e à causa pública, tendo pugnado de forma intransigente por princípios, valores e ideais, tais como a defesa da democracia, o respeito dos direitos humanos e a elevação da dignidade da pessoa", sublinha o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, num comunicado enviado às redações.

Na nota, Pedro Passos Coelho destaca a intervenção marcante de Maria Barroso nas várias vertentes onde interveio, "com destaque para a área da cultura, do teatro e do cinema, da educação, da política -- tendo participado no congresso fundador do Partido Socialista --, da família e da infância, da saúde, da solidariedade social, da prevenção da violência e da integração de pessoas com deficiência".

"A doutora Maria de Jesus Barroso deixou, ainda, uma marca notável nas muitas instituições que fundou, ajudou a criar ou presidiu, nomeadamente a Fundação Pro Dignitate, a Cruz Vermelha Portuguesa, a Associação para o Estudo e a Prevenção da Violência e a Fundação Aristides de Sousa Mendes", recorda.

Para o primeiro-ministro, Maria Barroso "será para sempre recordada a sua ação nobre e corajosa, o seu constante dinamismo e empenho, que contribuiu para uma sociedade civil mais robusta e esclarecida" e, por isso, foi reconhecida e agraciada ao longo da vida com várias distinções académicas e honoríficas, nacionais e estrangeiras.

"Neste momento de profundo pesar, quero transmitir à família enlutada, em nome pessoal e do Governo português, as minhas mais sinceras condolências e testemunhar publicamente a grande perda que hoje todos os portugueses sentem", conclui a nota do primeiro-ministro.

Lusa

  • Maria Barroso, de atriz a primeira-dama
    3:07

    Maria Barroso

    Fez 90 anos dia 2 de maio. Conheceu a política antes de conhecer Mário Soares. Em jovem sonhou ser atriz e partilhou os palcos com Amélia Rey Colaço. Declamou poemas revolucionários contra os estado novo e por isso foi proibida de representar. Casou com Mário Soares por procuração e ajudou a fundar o PS. Maria Barroso disse um dia no programa "Alta Definição" da SIC que não teme a morte.

  • Funeral de Maria Barroso amanhã de manhã
    1:42

    Maria Barroso

    O corpo de Maria Barroso estará em câmara ardente no Colégio Moderno, em Lisboa, a partir das 18:00 de hoje. A missa de corpo presente celebra-se amanhã às 11:00 na Igreja do Campo Grande, a que se segue o funeral no Cemitério dos Prazeres. O anúncio foi feito em comunicado pela família Soares, lido pelo porta-voz do Hospital da Cruz Vermelha, José Barata.

  • Governo sírio só aceitará cessar-fogo após retirada de rebeldes
    1:29

    Mundo

    O Presidente sírio Bashar Al- Assad diz que só aceitará um acordo de cessar-fogo em Alepo que inclua a retirada de todos os rebeldes da cidade. Na Alemanha, Merkel considerou que a situação na Síria é vergonhosa devido à incapacidade da comunidade internacional aliviar o conflito.

  • Quando se confunde o pedal do travão com o acelerador
    0:38

    Mundo

    Na China, chegam imagens de um acidente fora do normal. Um homem parou o carro e saiu para cumprimentar um amigo. Enquanto conversavam, a viatura começou a descair lentamente. O condutor correu de imediato para o carro. Com as mãos já no volante, tentou evitar o pior mas em vez de carregar no travão, carregou no acelerador.

  • Como (não) travar no gelo
    1:02

    Mundo

    Um vídeo gravado em Montreal, no Canadá, mostra como é quase impossível travar em estradas cobertas de gelo.