sicnot

Perfil

Mário Soares 1924-2017

Mário Soares 1924-2017

Mário Soares 1924-2017

Assembleia da República marca sessão evocativa para quarta-feira

A Assembleia da República realizará na próxima quarta-feira uma sessão evocativa da vida do antigo Presidente da República Mário Soares, foi este sábado decidido por unanimidade em conferência de líderes parlamentares.

As direções dos grupos parlamentares decidiram também cancelar os trabalhos parlamentares marcados para terça-feira e quarta-feira de manhã, para que os deputados possam participar nas cerimónias fúnebres, comunicou o porta-voz da conferência de líderes, o deputado do PSD Duarte Pacheco.

A sessão evocativa da vida de Mário Soares realizar-se-á na quarta-feira a partir das 15:00, será aberta pelo presidente do parlamento, Eduardo Ferro Rodrigues, que lerá o voto de pesar da Assembleia da República, seguindo-se intervenções de todas as bancadas e do Governo, encerradas pelo PS, partido de que Mário Soares foi fundador, comunicou igualmente Duarte Pacheco.

"Estamos a viver uma situação única na nossa democracia, é a primeira vez que um Presidente eleito democraticamente nos deixa e que o país está a viver três dias de luto oficial", declarou.

"O parlamento não podia ficar indiferente a este momento que o país está a viver. Por isso, o consenso foi fácil de alcançar e nos próximos dias vamos estar sobretudo a homenagear o doutor Mário Soares", sublinhou.

O secretário da mesa da Assembleia começou por afirmar que "a conferência de líderes por unanimidade deseja manifestar o seu sentido pesar pelo falecimento do doutor Mário Soares, endereçando as condolências à família, aos amigos, e ao PS".

Mário Soares morreu hoje, aos 92 anos, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde estava internado há 26 dias, desde 13 de dezembro.

O Governo decretou três dias de luto nacional por Mário Soares, a partir de segunda-feira.

Soares desempenhou os mais altos cargos no país e a sua vida confunde-se com a própria história da democracia portuguesa: combateu a ditadura, foi fundador do PS e Presidente da República.

Nascido a 07 de dezembro de 1924, em Lisboa, Mário Alberto Nobre Lopes Soares foi fundador e primeiro líder do PS, e ministro dos Negócios Estrangeiros após a revolução do 25 de Abril de 1974.

Primeiro-ministro entre 1976 e 1978 e entre 1983 e 1985, foi Soares a pedir a adesão à então Comunidade Económica Europeia (CEE), em 1977, e a assinar o respetivo tratado, em 1985. Em 1986, ganhou as eleições presidenciais e foi Presidente da República durante dois mandatos, até 1996.

Lusa

  • Mário Soares, uma vida

    Mário Soares 1924-2017

    Mário Soares nasceu em 1924 na cidade de Lisboa. Foi primeiro-ministro e Presidente da República. Polémico, ciente do seu próprio estatuto, observador incansável de Portugal e do mundo, Soares construiu-se e edificou-se como símbolo nacional de resistência e liberdade. Mesmo sem consensos que a História não conseguiu validar, tantas vezes inimigos da singularidade de um perfil. Mário Alberto Nobre Lopes Soares morreu, a 7 de janeiro, às 15h28, na "presença constante" dos filhos, Isabel e João, depois de 26 dias internado no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa. Tinha 92 anos.

  • Últimas aparições públicas de Mário Soares
    2:39

    Mário Soares 1924-2017

    No último ano foram raras as aparições públicas de Mário Soares. Mas este verão, o ex-Presidente da República ainda participou em duas homenagens. A última aparição pública foi em setembro, numa homenagem a Maria Barroso. Em Julho, Soares foi homenageado em São Bento pelos 40 anos do 1º Governo Constitucional, uma cerimónia na qual também discursaram o primeiro-ministro, António Costa, e o antigo chefe de Governo, Francisco Pinto Balsemão.

  • Entrevista a Mário Soares antes das presidenciais de 2006
    26:27

    Mário Soares 1924-2017

    Mário Soares teve o seu último grande desafio político nas presidenciais de 2006. Aos 81 anos sentia-se com vitalidade e cheio de força para levar pela frente outros desafios. Numa visita guiada à sua casa, acompanhado pela jornalista Anabela Neves, mostrou alguns deles, incluindo um que estava a nascer no seu terraço. Soares recebeu a SIC, na sua casa do Campo Grande, em Lisboa, em dezembro de 2005.

  • Manifestação contra resultados do partido alemão de Extrema-Direita
    0:39