sicnot

Perfil

Mário Soares 1924-2017

Mário Soares 1924-2017

Mário Soares 1924-2017

Postos diplomáticos de Portugal no mundo abrem livros de condolências

ANT\303\223NIO PEDRO SANTOS

O Ministério dos Negócios Estrangeiros português deu orientações a "todos os postos" diplomáticos para abrirem livros de condolências pela morte do ex-Presidente da República Mário Soares.

Segundo a informação prestada pelo gabinete do Ministério dos Negócios Estrangeiros, os livros de condolências estarão abertos durante os três dias de luto nacional decretados pelo Governo, que começam esta segunda-feira.

Mário Soares morreu no sábado, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde estava internado desde 13 de dezembro.

O corpo do antigo Presidente da República vai estar em câmara ardente no Mosteiro dos Jerónimos, a partir das 13:00 de hoje.

O funeral de Estado realiza-se na terça-feira, a partir das 15:30, no Cemitério dos Prazeres, em Lisboa.

Nascido a 07 de dezembro de 1924, em Lisboa, Mário Alberto Nobre Lopes Soares, advogado e militante antifascista, foi fundador e primeiro líder do Partido Socialista.

Após a revolução do 25 de Abril de 1974, regressou do exílio, em França, e foi ministro dos Negócios Estrangeiros e primeiro-ministro entre 1976 e 1978 e entre 1983 e 1985, tendo pedido a adesão de Portugal à então Comunidade Económica Europeia (CEE) e assinado o respetivo tratado, em 1985.

Em 1986, ganhou as eleições presidenciais e foi Presidente da República durante dois mandatos, até 1996.

Lusa

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.