sicnot

Perfil

Mário Soares 1924-2017

Mário Soares 1924-2017

Mário Soares 1924-2017

Soares "foi o rosto e a voz da nossa liberdade", afirma o primeiro-ministro, em vídeo

LUSA

O primeiro-ministro juntou-se hoje à sessão evocativa de homenagem a Mário Soares no Mosteiro dos Jerónimos, através de uma mensagem em vídeo, em que o recordou como "o rosto e a voz" da liberdade em Portugal.

"Mário Soares foi, em momentos decisivos, o rosto e a voz da nossa liberdade. Desse título, que era certamente aquele que mais lhe agradaria, raros homens se podem orgulhar", afirmou António Costa, numa intervenção de cerca de dez minutos que gravou na Índia, onde se encontra em visita de Estado.

Dirigindo-se aos "familiares, amigos, admiradores e camaradas de Mário Soares", e em especial aos seus filhos, "cara Isabel, caro João", o primeiro-ministro e secretário-geral do PS começou o seu discurso declarando: "Entregamos hoje às gerações futuras a memória de um grande português de quem tivemos o privilégio e a honra de ser contemporâneos".

"Mário Soares construiu a história e, por isso, a história guardará o seu nome, a sua obra, o seu exemplo. É um exemplo de combate constante por aquilo em que acreditava. É um exemplo de coragem de dizer o que pensava e de fazer o que devia, ainda que fosse o único a dize-lo e a faze-lo, mesmo que ficando por uns tempos, mas apenas por uns tempos, sozinho. É um exemplo de génio político, que alcançava o que parecia impossível de alcançar", acrescentou.

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.