sicnot

Perfil

Massacre em Orlando

Massacre em Orlando

Massacre em Orlando

Obama condena "ato de terrorismo e de ódio" em Orlando

O Presidente norte-americano, Barack Obama, condenou hoje o pior massacre da história dos Estados Unidos, que fez 50 mortos num clube noturno gay em Orlando, Florida, classificando-o como "um ato de terrorismo e de ódio".

© Joshua Roberts / Reuters

"Embora a investigação esteja ainda no início, já sabemos o suficiente para dizer que se tratou de um ato de terrorismo e de ódio", disse Obama num breve discurso em direto da Casa Branca.

"E nenhum ato de terrorismo e de ódio conseguirá mudar quem nós somos", afirmou.

Por indicação do chefe de Estado, as bandeiras de todos os edifícios federais serão colocadas a meia haste, em sinal de luto pelas vítimas.

O atirador foi identificado pela imprensa como Omar Mateen, um cidadão norte-americano de origem afegã, de 29 anos. O autor do massacre agiu sozinho e foi morto numa troca de tiros com a polícia.

Segundo as estações televisivas NBC e CNN, o jovem jurou lealdade ao grupo extremista Estado Islâmico (EI) numa chamada telefónica feita para o número de emergências 911 pouco antes de abrir fogo sobre as pessoas que se encontravam no clube.

Além dos 50 mortos, registaram-se também 53 feridos, de acordo com o mais recente balanço das autoridades, que emitiram um apelo para donativos de sangue.

Lusa

  • Encontrada criança britânica desaparecida na praia da Luz

    País

    Foi encontrada a criança britânica que estava desaparecida desde o início da tarde, avançaram as autoridades. A Polícia Marítima tinha sido informada do desaparecimento de um rapaz de 8 anos, de nacionalidade inglesa, tendo efetuado diligências nas proximidades da praia algarvia.

  • Marcelo pede "serenidade e cabeça fria" no debate político
    1:29
  • Seca agrava prejuízos agrícolas no Alentejo
    2:11
  • Al Gore e Garry Kasparov vão estar na Web Summit

    Web Summit

    Al Gore, antigo vice-Presidente dos Estados Unidos da América, Garry Kasparov, lendário jogador de xadrez, e Steve Huffman, o dirigente e cofundador da rede social Reddit são os novos nomes anunciados para a 2.ª Web Summit em Lisboa.

  • Estudantes universitários poderiam estar a pagar propinas mais baixas
    2:02

    País

    Os alunos universtários poderiam estar a pagar propinas mais baixas do que pagam atualmente. A situação foi denunciada pela Federação Académica do Porto, que diz que os estudantes estão a pagar cerca de 100 euros a mais do que deviam. O INE admite, num documento enviado ao Governo, que pode existir um método melhor para o cálculo destes valores.

  • Liberdade de movimento entre UE e Reino Unido termina em março de 2019

    Brexit

    A liberdade dos cidadãos europeus para viver e trabalhar no Reino Unido vai terminar, em março de 2019. O Governo britânico pediu esta quarta-feira um estudo de um ano sobre a migração europeia no país, de modo a ajudar no sistema de imigração que será implementado. A avaliação vai estar concluída em setembro, de 2018, seis meses antes da conclusão do Brexit.