sicnot

Perfil

Massacre em Orlando

Massacre em Orlando

Massacre em Orlando

Papa expressa horror por crime de "ódio sem sentido" que fez 50 mortos nos EUA

O papa Francisco expressou hoje "horror" perante o "ódio sem sentido" do atirador que matou 50 pessoas num clube noturno gay em Orlando, no estado norte-americano da Florida.

© Tony Gentile / Reuters

"O terrível massacre que ocorreu em Orlando, que fez muitas vítimas inocentes, suscitou no papa Francisco e em cada um de nós sentimentos muito profundos de horror e de condenação, de dor, de perturbação perante mais esta manifestação de uma loucura assassina e de um ódio sem sentido", declarou o seu porta-voz, o padre Federico Lombardi.

"Desejamos todos que as causas deste ato de violência horrível e absurdo, que perturba profundamente o desejo de paz do povo americano e de toda a humanidade, possam ser determinadas e combatidas eficazmente e o mais rapidamente possível", acrescentou.

As televisões norte-americanas NBC e CNN noticiaram que o autor do massacre prestou juramento ao grupo extremista Estado Islâmico (EI) imediatamente antes de abrir fogo sobre as pessoas do clube noturno e fazer 50 mortos e 53 feridos, numa chamada telefónica feita para o número de emergência 911.

Lusa

  • Portugal supera média da OCDE nos testes PISA em ciências e leitura

    País

    Pela primeira vez, Portugal conseguiu resultados "significativamente superiores" à média da OCDE nos testes PISA em ciências e leitura. É o Instituto de Avaliação Educativa que o garante, segundo os dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico hoje divulgados.

  • Quando se confunde o pedal do travão com o acelerador
    0:38

    Mundo

    Na China, chegam imagens de um acidente fora do normal. Um homem parou o carro e saiu para cumprimentar um amigo. Enquanto conversavam, a viatura começou a descair lentamente. O condutor correu de imediato para o carro. Com as mãos já no volante, tentou evitar o pior mas em vez de carregar no travão, carregou no acelerador.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.