sicnot

Perfil

Massacre em Orlando

Massacre em Orlando

Massacre em Orlando

Pelo menos 50 mortos e mais de 53 feridos em tiroteio em Orlando

Subiu para 50 o número de mortos do tiroteio desta madrugada, em Orlando, nos Estados Unidos. Outras 53 pessoas estão feridas.

© Steve Nesius / Reuters

© Steve Nesius / Reuters

© Kevin Kolczynski / Reuters

Entretanto, também terá sido identificado o suspeito. Trata-se de Omar Saddiqui Matee. Tinha 27 anos, e nasceu na localidade de Port St Lucie, na Flórida.

De acordo com a CNN, o suspeito tem nacionalidade norte-americana, mas a família será afegã. O FBI está a classificar o tiroteio como um ataque terrorista e acredita que o suspeito teria uma inclinação para o extremismo islâmico.

No entanto, ainda se mantêm as investigações para saber se houve intervenção internacional. Barack Obama já pediu ao Governo Federal que forneça todo o apoio às autoridades de Orlando.

Recorde-se que o suspeito barricou-se numa discoteca durante a madrugada, fez reféns e durante um tiroteio morreram pelo menos 50 pessoas.

  • Marcelo promete entregar carta de menina com paralisia cerebral ao primeiro-ministro
    3:05

    País

    O Presidente da República está preocupado com os cuidadores dos cidadãos que precisam de cuidados paliativos. No Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, que se assinalou este sábado, Marcelo Rebelo de Sousa visitou a Casa do Tejo, em Algés, onde três famílias de crianças com paralisia cerebral e outros problemas de saúde são recebidas em conjunto com os pais para que toda a famíla possa receber apoio de técnicos especializados. O Presidente recebeu uma carta de uma menina de 5 anos, com paralisia cerebral, e prometeu que a vai entregar ao primeiro-ministro, para que seja aberta uma porta legislativa mais larga para os problemas das pessoas deficientes.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02