sicnot

Perfil

Massacre em Orlando

Massacre em Orlando

Massacre em Orlando

Torre Eiffel iluminada para homenagear vítimas de Orlando

A Torre Eiffel, em Paris, vai hoje à noite ser iluminada com as cores do arco-íris, símbolo da comunidade gay, lésbica e transgénero, para homenagear as vítimas do tiroteio em Orlando, em que morreram 50 pessoas.

© Jacky Naegelen / Reuters

Num primeiro momento, a presidente da câmara de Paris, Anne Hidalgo, anunciou que a iluminação seria feita com as cores dos Estados Unidos, no início de uma reunião camarária em que foi respeitado um minuto de silêncio em memória das vítimas do que é considerado o maior ataque terrorista na história dos Estados Unidos desde o 11 de setembro de 2001.

Anne Hidalgo expressou a sua "compaixão, solidariedade e afeto" ao povo americano e à comunidade gay, afetados pelo tiroteio, em Orlando, Flórida, nos Estados Unidos.

Hoje de manhã, Anne Hidalgo anunciou igualmente que vão ser colocadas bandeiras com as cores do arco-íris e dos Estados Unidos nos edifícios oficiais da câmara.

Pelo menos 50 pessoas morreram e 53 ficaram feridas na madrugada de sábado quando um homem entrou numa discoteca gay de Orlando, na Florida, e começou a disparar indiscriminadamente, antes de ser abatido pela polícia.

Lusa

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".

  • O regresso a casa depois do incêndio no Sardoal
    2:43
  • Cerca de 20 mil portugueses vivem em Barcelona
    1:44