sicnot

Perfil

Massacre em Orlando

Massacre em Orlando

Massacre em Orlando

Lisboa condena ataque em Orlando e manifesta repúdio por homofobia

A Câmara de Lisboa aprovou hoje, por unanimidade, um voto de pesar pelas vítimas mortais do ataque numa discoteca gay em Orlando, nos Estados Unidos da América, e mostrou "repúdio absoluto" por crimes de homofobia.

© JAMES LAWLER DUGGAN / Reuters

"A Câmara Municipal de Lisboa manifesta o seu profundo pesar pelas vítimas do recente atentado de Orlando, dirigindo as sentidas condolências aos familiares, amigos, à cidade de Orlando e ao povo americano", lê-se no documento aprovado em reunião camarária privada.

Através deste voto de pesar, a que a agência Lusa teve acesso, o município da capital portuguesa "manifesta também o seu repúdio absoluto pela natureza do crime: a homofobia".

"Os crimes de ódio contra homossexuais são crimes contra a liberdade e a igualdade. São crimes contra todos os que fazem destes valores os pilares da sociedade livre e democrática", salienta o documento.

Na madrugada do passado domingo, um homem identificado como Omar Mateen, cidadão norte-americano de origem afegã, entrou na discoteca Pulse, em Orlando, na Florida, e abriu fogo contra os clientes, causando 49 mortos e 53 feridos.

O movimento extremista Daesh reclamou a iniciativa do tiroteio, dizendo numa informação transmitida pela rádio que foi realizado por "um dos soldados do califado".

O FBI está a investigar o caso como um ato de terrorismo.

O ataque foi considerado o pior nos Estados Unidos desde o 11 de setembro de 2001.

Lusa

  • Traço contínuo às curvas
    2:42
  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Cristas calcula défice de 3,7% sem "cortes cegos" das cativações
    0:45

    Economia

    Assunção Cristas diz que o défice de 2,1% só foi conseguido porque o Governo fez cortes cegos na despesa pública. Esta manhã, depois de visitar uma unidade de cuidados continuados em Sintra, a presidente do CDS-PP afirmou que, pelas contas do partido, sem cativações, o défice estaria nos 3,7%.

  • Reservas de viagens na Páscoa e no verão aumentaram
    1:19

    Economia

    As reservas de viagens no período da Páscoa e do verão aumentaram este ano, tanto para o estrangeiro como para dentro de Portugal. O Algarve, a Madeira e os Açores continuam a ser os destinos de eleição. Os portugueses estão também a marcar férias com mais antecedência, uma das receitas para conseguir melhores preços.

  • Escada rolante inverte sentido e varre dezenas de pessoas
    1:15
  • Sol influencia alterações climáticas na Terra

    Mundo

    As flutuações da atividade solar têm um efeito sobre o clima da Terra, concluiu um estudo de investigadores suíços, que conseguiu, pela primeira vez, estimar a influência do Sol no aquecimento do planeta.